IBr Agência Digital | Blog

Instagram passa a permitir que o usuário filtre os comentários inapropriados através de nova ferramenta

Instagram passa a permitir que o usuário filtre os comentários inapropriados através de nova ferramenta

O Instagram acaba de anunciar uma nova ferramenta, que permite ao usuário configurar que tipo de palavras que ele não deseja que sejam utilizadas nos comentários de suas postagens.

Este recurso já existia nos perfis de empresas desde julho, e agora passa a valer também para os perfis pessoais.

Portanto, a partir de agora, o usuário pode definir quais palavras-chaves serão vetadas nos comentários de suas postagens, sendo ocultadas automaticamente quando alguém vier a utilizá-las. Para definir suas palavras “proibidas” de forma customizada, basta acessar as configurações do aparelho, procurar pela opção “Comentários” e logo em seguida entrar na opção “Esconder Comentários Inapropriados”.

A rede social informou que quanto mais o Instagram cresce, maior é a necessidade dos usuários de se sentirem confortáveis para se expressarem de forma verdadeira e segura, e para isso que foi pensada a nova ferramenta de restrição nos comentários.

Infelizmente, ainda convivemos com pessoas racistas, preconceituosas e que não respeitam a opinião alheia, fatos que fortaleceram a ideia de criação da ferramenta.

.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil. Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Google anuncia a compra de empresa de software por US$ 625 milhões

Google anuncia a compra de empresa de software por US$ 625 milhões

O Google anunciou nesta semana que irá realizar a compra da empresa americana, produtora de softwares e aplicativos, Apigee.

A Apigee é especialista em produção de aplicativos voltados para a otimização de serviços para empresas.

Diane Greene, executiva do Google, afirmou que nos dias de hoje as APIs são vitais para os negócios da gigante de buscas, pois auxiliam no desenvolvimento de novos negócios, além de otimizar a interação dos usuários do Google Cloud.

Segundo a executiva, as empresas estão migrando para outros meios de comunicação, além da chamada telefônica, se comunicando por meio de interfaces de software (API).

O Google irá pagar pelas ações da Apigee o valor de US$ 17,4, com um ágio de 6,5 % com relação ao último fechamento de quarta-feria passada.

.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil. Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Buscando novas tecnologias, Google abre inscrição para programa voltado para startups

Buscando novas tecnologias, Google abre inscrição para programa voltado para startups

Com o objetivo de buscar novos aplicativos e tecnologias, o Google abriu as inscrições para a terceira edição do Launchpad Accelerator, que irá acontecer em São Francisco, nos EUA.

Poderão participar do programa empreendedores de Brasil, México, Índia e Indonésia, e as inscrições podem ser feitas até dia o dia 24 de outubro, com o inicio das atividades confirmado para o dia 30 de janeiro de 2017, com duração de seis meses, sendo que nas primeiras duas semanas será aplicado um intensivo no Google Developers Launchpad Space, com o Google arcando com todas as despesas.

Na primeira edição o programa contou com 21 startups, e 24 na segunda edição.

Nas primeiras duas semanas de integração, os participantes receberão conhecimento de negócios de especialistas do Google e de grandes nomes mundiais do empreendedorismo.

.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil. Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Mulheres brasileiras se unem para criar um aplicativo de combate à violência contra a mulher

Mulheres brasileiras se unem para criar um aplicativo de combate à violência contra a mulher

Seis mulheres do Recife uniram-se para a realização de uma nobre causa: a criação de um aplicativo de uso exclusivo para mulheres, onde elas poderão relatar agressões domesticas sofridas por seus companheiros.

O “Mete a Colher”, como foi batizado o aplicativo, conta com um campanha de arrecadação de fundos no site Benfeitoria para a sua criação. O app já conta com uma versão beta. Contudo, ao conversar com um advogado especialista nesta área, elas perceberam que não bastaria somente um botão para um pedido de socorro, pois o assunto envolve diversas questões que merecem atenção.

O alvo da campanha é atingir a arrecadação de R$ 45 mil, valor este que possibilitaria a inclusão de novos recursos, além de ampliar o alcance do aplicativo. Já foram arrecadados 31% da meta, e faltam apenas 10 dias para o final da campanha.

Uma estatística atual mostra que uma mulher morre por agressão a cada 1h30, índice que sensibilizou e motivou o grupo a investir na ideia.

A página do “Mete a Colher” criada no Facebook  já conta com mais de 38 mil seguidoras, e o principal mecanismo do app será conectar uma mulher que precisa de ajuda com outra que está disposta ajudar e que também use o aplicativo.

A ideia é aproximar mulheres de diversas áreas como a jurídica, psicológica, pessoas que possam oferecer uma vaga de emprego ou até mesmo um abrigo, de forma que o aplicativo se torne multifuncional, além de dar o suporte às mulheres que foram agredidas. Afinal de contas, muitas mulheres acabam se submetendo a violência pelo fato de não terem pra onde ir, ou por serem sustentadas pelo marido.

Você também pode colaborar com o projeto através do site, e o valor mínimo para contribuição é de R$15 reais, sendo oferecido diversos tipos de recompensas para os colaboradores.

.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil. Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Facebook Messenger ganha chamadas por vídeo

Facebook Messenger ganha chamadas por vídeo

Com o grande crescimento que o Snapchat vem alcançando, tornou-se previsível que a concorrência esteja sempre atenta com relação ao sucesso das ferramentas do mesmo, para, posteriormente, copiá-la. Facebook, Instagram e Google já realizaram atualizações com funções muito semelhantes, pra não dizer iguais, as do novato Snapchat.

E não é que o Facebook Messenger acaba de lançar mais uma ferramenta existente no Snapchat?

Chamado de Instant Vídeo, a ferramenta permite ao usuário realizar uma videochamada dentro de uma mensagem que já exista.

A novidade foi pensada para os participantes da conversa poderem mostrar rapidamente o que estão fazendo, ou simplesmente para possibilitar um contato mais pessoal.

 

btbrgtbythyhthertrtgtrgbrt

 

Para utilizar a nova ferramenta é muito simples. Um novo ícone encontra-se no canto superior direito na caixa da conversa, e basta tocá-lo para iniciar a videochamada.

O vídeo começa sem áudio, que poderá ser ativado logo em seguida.

O Instant Vídeo já está liberado para iOS e Android, e necessita estar com o Messenger atualizado.

.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil. Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

WhatsApp chat