IBr Agência Digital | Blog

Páginas a serem acompanhadas no Facebook

Páginas a serem acompanhadas

Com o novo recurso, você poderá acompanhar páginas de seus concorrentes

Independentemente de qual é o mercado de atuação de sua empresa, ou de como é feita sua presença dentro do mercado, é fundamental conhecer seus concorrentes.

Esta máxima não é diferente no mercado digital e sua presença digital também deve ser marcada pela análise do que acontece com aqueles produtos e serviços que dividem espaço com você, disputando a preferência do público.

Páginas a serem acompanhadas - Agência Digital Intermidia Brasil

O difícil é saber como fazer esse acompanhamento dos rivais com sua presença no mundo digital de forma mais efetiva, de que maneira ocorre o fortalecimento da marca na internet envolvendo os trabalhos em mídias sociais e outros canais pertinentes.

A posição de uma empresa, através das pesquisas de palavras-chaves do Google, que sejam relevantes para o meio de atuação de determinado produto ou empresa, são parte importante dessa mensuração de capacidade dentro do ambiente digital.

Outra maneira de visualizar essa importância no mundo virtual está nas referências dadas para determinado produto, seja em depoimentos ou em citações daquele objeto por outros usuários da internet, tanto pessoas quanto perfis corporativos.

Preocupado com essa análise de mercado, o Facebook agregou nova funcionalidade para as páginas corporativas na mídia social: agora é possível monitorar o número de curtidas recebidas por até cinco páginas concorrentes, escolhidas pelo seu perfil corporativo para seguir.

Essa atualização, além de numérica, será demonstrada com análise crítica do crescimento da página, comparando com períodos anteriores. Com isso, será possível perceber qual a curva em que se encontra sua página rival.

Além disso, sua página é notificada quando recebe um novo seguidor de seu desempenho. Isto também demonstra qual a força de sua página e quanta atenção ela chama em seus concorrentes.
.

felipeFelipe A Pereira

Administrador de Empresas e fundador da Intermidia Brasil. 
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Do Facebook para o Twitter

.

Usuários migrando do Facebook para o Twitter

Até que ponto chegará essa migração de usuários do Facebook para o Twitter?

A internet, por característica básica, é um meio de modificações rápidas e que está sujeita a inúmeras evoluções em um curto período de tempo. Além disso, não é um local estático e sim um movimento constante formado por internautas de todo o tipo, sejam eles criadores de conteúdo ou simples espectadores.

Dentro desse espectro de mudança temos, sempre presente, os atuais meios de maior interação dentro da rede mundial de computadores, que são as redes sociais.

O que se tem visto até o momento é uma hegemonia do Facebook como principal mídia social na internet onde, mesmo longe de ser única, é a que gera maior engajamento até então, com maior número de usuários e de postagens.

Porém, não podemos esquecer do fenômeno Orkut, que era a mídia social dominante até o avanço do Facebook. Mesmo que o Orkut tendo presença mais forte em especial no Brasil, na Índia e na Turquia – terra natal de seu criador – é inegável que se tratava da mídia social mais popular e com maior abrangência dentro da web esfera.

Usuários migrando do Facebook para o Twitter

A pergunta de muito tempo foi, e talvez ainda seja, sobre quem será o sucessor do Facebook, ou qual será a nova mídia que roubará os seguidores da criação de Mark Zuckerberg, deixando esta no passado ou, quem sabe, dividindo espaços, configurando assim uma nova perspectiva e dimensão dentro do contexto cibernético.

Mas, talvez não seja uma nova plataforma de interação social via internet que tome o reinado do Facebook. E, sim, uma já existente. Pelo menos é o que indicam estudos feitos nos Estados Unidos que apontam a fuga de adolescentes do Facebook para o Twitter, atualmente em quarto no ranking de usuários de mídias sociais, atrás também de Google+ e YouTube.

Curiosa é a explicação que determina essa migração de uma mídia social para outra. Os adolescentes dizem preferir o Twitter, pois podem fugir dos adultos com maior facilidade. Segundo esses jovens, o número de reclamações e lamúrias por parte dos mais velhos no Facebook os incomoda.

Não sabemos até que ponto chegará essa migração de usuários do Facebook para o Twitter e se os migrantes manterão seus perfis em ambas as redes ou ficarão só no microblog. No entanto, fica claro o desgaste do Facebook e a sua dificuldade em atrair uma fatia importante dos usuários da web, talvez pela falta de conhecimento dos usuários sobre as possibilidades de personalização ou, ainda, por questão de preferência de uso realmente.

É inegável que as constantes inovações e testes de novas mudanças do Facebook fazem com que ele permaneça ‘moderno’ e atualizado. Porém, acredito que apenas isto não basta para que continue no topo no Brasil e deverá, sim, em pouco tempo dividir ainda mais a sua fatia com Instagram, Twitter, Google+ e YouTube, principalmente.

Basta ficarmos atentos às tendências e acompanhar as novidades!
.

felipeFelipe A Pereira

Administrador de Empresas e fundador da Intermidia Brasil. 
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

A qualidade do seu fã – Percepção e Relevância

Quantidade x Qualidade

Por quê se preocupar menos com a quantidade?

A presença digital não é apenas uma questão de opção para as empresas no atual momento em que vivemos, ela é uma obrigação. Essa presença passa por vários aspectos e acontece de diversas formas, seja através de um site, um blog, ou de perfis em mídias sociais.

Os perfis em mídias sociais serão nosso foco neste texto. Abordar, também, como esses perfis devem ser trabalhados e qual a maneira mais correta de medirmos a importância dos mesmos e o retorno que eles trazem para a empresas que utilizam as mídias sociais para se comunicar com seu público.

likes-facebook-twitter

Fãs e seguidores: quantidade ou qualidade?

A medição mais comum da importância de uma fanpage, ou de um perfil corporativo, está baseado no número de fãs ou seguidores que esses veículos conseguem. No entanto, talvez, essa percepção seja muito simplista para determinar a relevância deste canal.

Estudos feitos nos Estados Unidos e na Inglaterra indicam que a partir de certo número de fãs/seguidores o número em si não teria mais importância, não agregando maior valor à marca. Segundo esses apontamentos, conclui-se que para além de 10 mil likes já está consagrado o valor de uma marca, a percepção de sua relevância já está sedimentada.

No entanto, vale lembrar, que essas pesquisas focam empresas de tamanho global ou de penetração em todo um país. Portanto, dimensionando para cases de alcance regional ou segmentado, esse valor pode ser menor para atingir essa dita percepção direta de valor da marca pelo número de fãs que possua em um página em rede social.

Importante: a melhor maneira de avaliar a relevância de uma empresa ou personalidade dentro de uma mídia social está no engajamento que esta obtém com suas postagens nas redes sociais. Trata-se de um indicativo sobre a qualificação dos fãs obtidos pela página, demonstrando que são realmente comprometidos com aquela marca, com seus valores e com o seu conteúdo.
.

felipeFelipe A Pereira

Administrador de Empresas e fundador da Intermidia Brasil.
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Como agendar posts no Twitter

E o Twitter contra-ataca

Mídia social vai permitir agendamento de posts, entre outras novidades

As mídias sociais tem por premissa básica a mudança. São suas novas características que fazem com que as ferramentas não fiquem paradas no tempo, o que eventualmente levaria a perda de espaço para novos sites de relacionamento.

Nos últimos tempos, muitas novidades tem sido anunciadas pelo Facebook. Inclusive, essas novidades foram tratadas em textos aqui no nosso blog, caso da adoção das hashtags e da implementação da busca social na comunidade virtual de Mark Zuckerberg.

O elemento comum nas novidades mais recentes do Facebook residem em uma aproximação e, porque não dizer, cópia de elementos consagrados na utilização do Twitter. Pois agora é a vez do microblog partir para novas funcionalidades e uma delas já se fazia presente na rede social com maior número de usuários no mundo.

Quem possui uma página no Facebook pode se utilizar da importante e eficaz ferramenta de programação de posts, um facilitador e tanto na rotina dos especialistas e analistas de mídias sociais. Até então, o agendamento só era possível através de programas específicos. Aqui na agência utilizamos bastante o Tweetdeck, por diversas razões, pois o programa possui outras funcionalidades bastante interessantes.

Agora o Twitter disponibiliza para as empresas que trabalham com o Twitter Ads a possibilidade de marcar para daqui até um ano a publicação de um tuíte. Com isso, não é necessário que alguém fique de plantão para realizar esse trabalho em horários menos triviais ou durante os finais de semana.

Outras duas mudanças que se apresentam no futuro do Twitter são a possibilidade de envio de mensagem direta para qualquer perfil, desde que a pessoa tenha habilitado essa possibilidade em seu perfil, e o Event Parrot, que tem a função de enviar também via mensagem direta as principais notícias dentro do microblog para os seguidores desse perfil criado pelo próprio Twitter.

Novidades ainda surgirão no horizonte, mas, o que percebemos, é que o foco cada vez mais está em agregar valores para as empresas que apostam em estar presentes nesses ambientes interagindo com seus clientes. E, portanto, merecem ter maiores facilidades para estabelecer suas marcas.

.

.

felipeFelipe A Pereira

Administrador de Empresas e fundador da Intermidia Brasil.
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Criar anúncios e obter resultados fica mais fácil no Facebook

Facebook anuncia mudanças no seu sistema de anúncios

O processo de compra de publicidade agora é iniciado por uma simples pergunta: qual é o objetivo do comercial? A resposta dessa pergunta será a chave mestra para o que será recomendado pela rede social para ser feito em termos de estratégia para os anúncios.

Novidade ao criar Anúncios no Facebook

A rede social de Mark Zuckerberg pretende tornar a propaganda o mais simples possível. O Facebook chama isso de compra de resultados de anúncio baseado em objetivos. Em junho, a ferramenta retirou ofertas online, resultados patrocinados e publicidades em forma de perguntas. Na sequência, foi introduzido um tamanho padrão de imagem que funciona para todos os tipos de anúncios dentro da rede social.

O foco é no objetivo

Uma pesquisa feita entre homens de marketing pelo Facebook demonstrou que os anúncios estavam focados em atingir objetivos determinados, que foram assim relacionados:

– Cliques para o site

– Engajamento em postagens de páginas

– Curtidas nas páginas

– Instalação de aplicativos

– Engajamento em aplicativos

– Visitação física

– Engajamento em eventos

A partir disso, esses objetivos se tornaram o ponto de partida para a formulação de campanhas no Facebook.

Também relacionado ao sucesso dos objetivos está o local onde aparecerá seu anúncio. Ele será colocado no feed de notícias para dispositivos móveis, no feed de notícias para desktops ou na coluna da direita, baseados pelos indicadores da publicação. No entanto, agora é possível escolher onde seu anúncio aparecerá, tornando a publicidade sob medida para quem deseja anunciar.

Por exemplo, quem quiser mais visitas no seu website colocará seu anúncio no feed de notícias para computadores de mesa.

Calculando o impacto do anúncio

Melhorias também foram feitas no mecanismo de controle das publicidades visando mapear de acordo com o objetivo traçado quando da criação do anúncio. Para isso, a ferramenta vai mostrar o objetivo e o número de vezes que este objetivo foi alcançado, bem como o custo para atingir este mesmo objetivo.

Todas essas mudanças buscam, além de facilitar a publicidade no Facebook, torná-la mais efetiva, com a possibilidade de estabelecer metas e analisar posteriormente como e em qual grau esses objetivos foram alcançados.

Fonte: www.facebook.com
.

felipeFelipe A Pereira

Administrador de Empresas e fundador da Intermidia Brasil.
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

WhatsApp chat