IBr Agência Digital | Blog

Procurando Emprego? 4 Redes Sociais que podem te ajudar a conseguir!

redes sociaisQuatro redes sociais, com foco em carreira, podem ajudá-lo a conseguir um reposicionamento profissional oferecendo contatos e espaço para currículos. Sites como o LinkeIn e o Eacademy pode funcionar como uma boa oportunidade para alavancar carreira.

Confira as principais características de cada um:

.
LinkedIn

A rede tem mais de 46 milhões de membros ao redor do planeta e tem representantes de 200 países. De acordo com o site, executivos da lista de companhias Fortune 500 são membros do serviço.

Tudo dentro do LinkedIn é relacionado a trabalho. Diferentemente de outras redes sociais, você não pode adicionar um contato sem que ele conheça você. É preciso utilizar seus colegas para fazer apresentações e conseguir conversar com o profissional desejado. Outra ferramenta interessante do serviço é a capacidade de opinar sobre o desempenho profissional de colegas. As referências, desde que verdadeiras, podem auxiliar na hora de buscar uma nova oportunidade.

Eacademy

A página tem o objetivo de conectar profissionais, permitir que seus usuários anunciem seus serviços e promover encontros em eventos. Além disso, o site apresenta conteúdo para atualização profissional e dicas sobre como melhor o desempenho. Clubes, ou comunidades, estão disponíveis para agrupar os profissionais por afinidade e até promover discussões sobre novas técnicas e tendências do mercado.

Indica

O indica é uma iniciativa nacional que também visa ligar profissionais. A principal diferença que uma boa parte do serviço dentro da rede é feita pelos “indicadores”, pessoas responsáveis por apontar os profissionais que as empresas estão procurando.

Alguns “headhunters” ganham comissão pelo serviço que é anunciado nas páginas do site. Os valores variam de acordo com a vaga divulgada.

Plaxo

O Plaxo é o mais parecido de todos com uma rede social comum. A diferença é que ele também é utilizado pelos usuários para divulgar dados profissionais. Entre as comodidades da rede está a possibilidade de conectá-la com outros serviços online também, como Twitter, Facebook e blogs.

Na área de carreira, é possível fazer ligações com outros profissionais e publicar o currículo. Também há uma ferramenta para compartilhar ofertas de emprego.

.

Fonte: midiasociaisblog.com

Mentos lança sabor Morango a pedido de consumidores nas redes sociais

consumidores nas redes sociaisProduto é o primeiro da marca a ser criado no Brasil a partir da manifestação de consumidores nas redes sociais e pode ser encontrado ao preço sugerido de R$ 1,10

.

A Mentos lança uma edição especial no sabor Morango a pedido dos consumidores. O produto é o primeiro da marca a ser lançado no Brasil a partir de uma manifestação espontânea de internautas na web, principalmente no Facebook no e Twitter. A embalagem do stick foi trabalhada para transmitir um conceito retrô e destacar a novidade. O lançamento é vendido em supermercados, bares, padarias, lojas de conveniência e de doces a preço sugerido de R$ 1,10.

Para divulgar o novo Mentos Morango foi criado um concurso cultural no Facebook e no Twitter, convidando os internautas a responderem à pergunta “Por que você merece um baú cheio de Mentos Morango?”. A ação colaborou para o crescimento de fãs da marca, que passaram de 44 mil para 100 mil e triplicou o número de seguidores no Twitter, chegando a 1.200 followers.

 

.

Fonte: mundodomarketing.com.br

Facebook ajuda homem e se casa com seu primeiro amor 40 anos depois

Facebook ajuda homemNo Reino Unido, um sessentão acaba de se casar com o seu primeiro amor, 42 anos depois de eles terem rompido um namoro adolescente que durou apenas quatro meses. Fantasia? Não é o que parece na fala de Hugh Forsythe, o viúvo que procurou sua amada pelo Facebook e a reconquistou depois de décadas de separação.

Depois do término, em 1970, os caminhos de ambos se distanciaram. Mas, em meados de 2011, Hugh, que é escocês, se encontrou com um parente distante que lhe deu a boa nova: Maureen, sua namoradinha juvenil, havia se divorciado. Ela então se chamava Maureen Stewart, e havia mantido o sobrenome do ex-marido mesmo após o divórcio.

.

Hugh então começou uma busca incessante pela rede social. “Eu nunca esqueci Maureen ao longo dos anos – ela foi meu primeiro amor e eu não iria deixá-la escapar novamente”, disse ele ao jornal Daily Mail. Depois de enviar dezenas de mensagens a outras mulheres chamadas Maureen Stewart, finalmente recebeu a resposta que tanto esperava.

Após a primeira troca de recados virtuais, a dupla começou a se encontrar e visitar os locais que frequentavam quando eram jovens. Depois de um romance-relâmpago, eles se casaram pouco antes do Natal. “Tivemos a sorte de uma segunda chance. Não são muitas pessoas que têm isso”, disse Maureen. Em 1970, ela era apaixonada por Hugh, mas decidiu terminar o namoro para não atrapalhar a carreira dele como trabalhador de um barco em alto-mar. Hoje, a cabeleireira aposentada não poderia estar mais feliz: “Tanta coisa aconteceu nesses anos, boas e ruins. É incrível que ainda tenhamos tanta sintonia”.

.

Fonte: Revista Marie Claire

Facebook: virus rouba 45 mil senhas da rede

virusAs redes sociais e contas de email foram alvo de diversos ataques de hackers no último ano. O Hotmail teve mais de 20 mil senhas de seus usuários de email roubadas no final de 2011.

Agora o alvo foi o Facebook, que teve cerca de 45 mil logins e senhas roubadas. A maioria das contas atingidas são do Reino Unido e França. O responsável pelos ataques seria o grupo Ramint.

.

De acordo com a empresa especializada em segurança digital, Seculert, os hackers invadiram perfis de usuários para mandar links com vírus. O malware também estaria aproveitando as senhas para tentar acessar e-mails dos usuários.

O grupo Ramnit infecta arquivos com a extensão .exe (arquivos executáveis), .dll (arquivos de sistema) e .html (arquivos de páginas de internet).

 .

 

Fonte: noticiasbr.com.br

Brasil é o 3º que mais acessa o Google+

GoogleEm novembro de 2011, o Brasil se tornou o terceiro país que mais acessa o Google+, rede social da gigante de buscas lançada em junho daquele ano.

De acordo com uma pesquisa da comScore, o site registrou 3,4 milhões de visitantes únicos brasileiros durante o mês, quando, ao contabilizar os números mundiais, recebeu 66,7 milhões de visitantes – sem contar o acesso mobile.

.

Em primeiro lugar ficaram os Estados Unidos, com 14,7 milhões (ou 14,8% do todo), seguidos pela Índia, com 4,3 milhões.

Depois do Brasil aparecem Alemanha (3,4 mi), França (3,4 mi), Japão (2,6 mi), Reino Unido (2,6 mi), Canadá (2,6 mi), Turquia (1,8 mi) e Espanha (1,6 mi).

 

.

Fonte: Exame.com

WhatsApp chat