Arquivos Facebook - Página 19 de 23 -

Como segmentar postagens no Facebook – Fan Page

[h1]Veja como segmentar as postagens da sua fan page no Facebook[/h1]

[h2]Facebook mudou e não comunicou usuários[/h2]

Uma das formas mais bacanas de trabalhar o seu marketing digital local é a utilização das postagens segmentadas. Usando sua própria página de fãs no Facebook você pode atingir determinado público, de determinada região, por exemplo. Mas segmentar as postagens na sua fan page, hoje, ficou mais difícil. Não exatamente difícil, você vai postar como sempre postou. Porém, a ação necessária para a liberação dessa possibilidade é de desconhecimento de muita gente.

Lendo e pesquisando descobrimos que o Facebook ‘escondeu’ essa possibilidade. Antes sempre visível, agora você precisa acessar as configurações da sua fan page para ativar novamente o recurso. É bem provável que o Facebook tenha feito essa alteração ao mesmo tempo em que apresentou diversas das suas alterações ao longo dos últimos meses. O detalhe é que não comunicou as empresas e organizações sobre a mudança.

 

.

Segmentar Postagens: Você não vê a opção aqui

 .

Você pode analisar o perfil dos fãs da sua página e começar a interagir diretamente com cada público. Seja por gênero, idade ou localização geográfica. Explore as características e comportamento das pessoas com essas diferentes particularidades e crie um relacionamento mais próximo. Para isso, você vai precisar ativar o recurso novamente, confira abaixo como:

.    .

a  Segmentar posts no Facebook  s

s  Veja como segmentar suas postagens na sua fan page!  s 

Salve suas alterações. Logo após, vá para sua linha do tempo e faça o teste, deverá aparecer um ‘radar’, com o recurso ativado:

. Ative o recurso de segmentar postagens no Facebook .

A configuração acima era disponível por padrão, no momento em que você criava uma postagem, ela aparecia. Depois, “sumiu”. Pode ser uma manobra do Facebook buscando mais anunciantes, uma vez que muita gente concluiu que, a partir daquele momento, apenas criando anúncios e promovendo histórias para voltar a conversar com determinado público. Com o recurso ativado você pode escolher dentre diversas alternativas para segmentar suas postagens, abaixo alguns exemplos:

.  Opções de segmentação na fan page do Facebook .

..

Você já tinha percebido essa diferença? Estava com dificuldades também?

Se o conteúdo lhe foi útil, compartilhe!

Deixe sua opinião nos comentários! 🙂

.

.

Por Felipe Pereira
Administrador de Empresas e fundador da Intermidia Brasil.
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Livro “Marketing Digital: a internet otimizando negócios”

Livro Marketing Digital – atualizado!

Obra que aborda o marketing digital foi destaque na Feira do Livro de Porto Alegre

Oi gente!

Atualizando o post com o conteúdo novo do livro, pois foi revisado no final de 2016 com a segunda edição! Em 2018 teremos a terceira! =D

Para adquirir a versão impressa, basta clicar no link! =D

EM ESTOQUE

 

Livro Marketing Digital

Livro Marketing Digital

Prezados amigos,

Hoje escrevo para informá-los que lancei meu primeiro livro, no dia 08 de novembro de 2012, na 58ª Feira do Livro de Porto Alegre!

Na obra, proponho algo diferente do que estamos acostumados a ver nas leituras do nosso dia-a-dia. Não se trata nem de uma bíblia e nem mesmo de uma metodologia. É algo amplo e ao mesmo tempo direto. Faça o que está escrito que em pouco tempo terás resultados positivos! E é fato: escrevi apenas aquilo que já testei comigo. Houve erros, obviamente, mas esses erros e testes foram realizados comigo e, agora, trago até vocês esse resultado de muita leitura e trabalho.

Pense que o maior desafio para um micro e pequeno empresário sempre foi conquistar mais clientes.

No formato tradicional, você fazia isso pelo telefone, pelo porta a porta, esperava alguma indicação… você pode continuar, sim, com essas ações. Porém, agora tens uma grande aliada: a internet.

Minha proposta é mostrar que a presença na internet, com trabalho contínuo e disciplinado, pode lhe gerar frutos em pouco tempo. Mostrar tudo isto de forma simples, direta e precisa. Você não precisa ser um grande entendedor e especialista em internet para colher os frutos dessa leitura. O ambiente digital lhe proporciona isto.

Terás condições de, em poucos passos, estabelecer seu marketing e comunicação digital desde o desenvolvimento do site de forma prática, até o relacionamento em mídias sociais e prospecção de contatos comerciais via motores de busca.

Faremos uma abordagem ampla e, ao mesmo tempo, prática, a respeito de todas as alternativas que a internet apresenta e de que forma tirar proveito delas com o uso da presença ativa, responsável e influente.

Você pode adquirir meu livro de marketing digital acessando aqui, na loja virtual da Editora, ou entrando em contato comigo pelo Facebook ou Twitter! 🙂

 

Um abraço e até mais!

.

.

felipeFelipe A Pereira

Administrador de Empresas e fundador da Intermidia Brasil.
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Lento, aplicativo do Facebook para iPhone ganhará nova versão

Aplicativo do Facebook, rede social mais popular do mundo, tem péssima nota avaliativa na AppStore.

Segundo engenheiros citados pelo New York Times, um novo aplicativo do Facebook para iPhone será lançado muito em breve e promete corrigir pelo menos um dos principais problemas reportados pelos usuários, a lentidão.

São diversas as reclamações dos usuários, dentre as quais podemos destacar a falta da opção de compartilhamento de postagens, marcação de pessoas e demora no carregamento das ações.

A explicação dos desenvolvedores para a lentidão é que a tecnologia de programação utilizada é baseada em HTML5, o que significa que cada acesso novo que o usuário faz no telefone é uma nova página a ser baixada e carregada. O novo aplicativo não mudará praticamente em nada a questão visual, porém o tornará mais rápido. O Facebook não se pronunciou sobre essa questão.

Aplicativos para dispositivos móveis: Facebook vs. Google+

Aqui deixo uma opinião bastante pessoal: o Facebook está atrás – e muito – do Google+ em termos de experiência de usuário, e não me refiro nem à versão web. Nós, enquanto empresa de internet e tecnologia, precisamos conhecer, analisar e avaliar tudo que surge no  meio digital e temos acompanhado o Google+ desde seu nascimento.

Lentidão do aplicativo do Facebook para iPhone irrita usuários

Não foi muito difícil eu capturar um print da tela do iPhone para demonstrar sua lentidão.

Depois de publicada notícia sobre o usuário do Google+ ser mais satisfeito que o do Facebook, me impressiona a diferença na experiência quando se utiliza os aplicativos de Google+ e Facebook. Aparentemente mais moderno, as vantagens do Google+ não são apenas visuais: opções de compartilhamento, a marcação com o +1, o carregamento, o efeito de novas postagens… realmente um belo aplicativo, que vai agradar, com certeza, cada vez mais pessoas e fará com que a rede social da gigante das buscas ganhe mais forças ainda. Já o do Facebook é isso aí… usuários insatisfeitos e um aplicativo totalmente lerdo e com problemas de carregamento. Conversando com amigos, colegas e familiares, percebi uma opinião bastante comum: a desistência, muitas vezes, em postar ou comentar postagens de amigos justamente pela lentidão.

Você utiliza algum desses aplicativos no seu celular? Conte-nos a sua experiência! 🙂

Por Felipe Pereira
.
Administrador de Empresas e Fundador da Intermidia Brasil.
>
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Postagens antigas em destaque no feed do Facebook

Atualizado em 02 de julho de 2012:

Imagem enviada por fã da nossa página, que voltou a visualizar a postagem vários dias após a mesma ter sido feita!

 feed do Facebook

Você já notou que pela manhã, ao abrir o Facebook, postagens de páginas de até uma semana atrás aparecem em destaque no feed de notícias?

Não? Pois é, melhor olhar com calma. Pois isso está ocorrendo com uma frequência cada vez maior.

Clique e veja um exemplo claro da confusão que o Facebook está fazendo com o seu feed de notícias

Mas o que seria isso? Algum problema? Você que não apertou F5 o suficiente? Déjà-vu?

Nada disso. Se trata apenas de mais uma estratégia do Facebook para dar visibilidade às postagens das Fan Pages. Pois é, isso porque uma média de apenas 15% da audiência recebe efetivamente a postagem feita por uma página. Então o nosso amigo Mark resolveu dar um empurrãozinho pra “ajudar” algumas Fan Pages.

Isso é ótimo para as Fan Pages de marcas, mas terrível para os usuários, principalmente os que abrem seu facebook diariamente para acompanhar as “novidades” e notícias mais recentes e atualizadas. Ao invés disso enxergam postagens antigas, e é preciso rolar muito pra baixo no feed pra poder ver algo realmente novo. Isto quando as antigas e as novas não se misturam confundindo totalmente o usuário e o deixando com aquela sensação de Déjà-vu.

Outra coisa que nos chamou a atenção aqui, foi que esta semana vimos um banner em flash, daqueles “Perca a barriga em 3 dias clicando aqui!”, em ambos os lados do feed de noticias.

Por um momento achei que estava acessando o Yahoo. Foi bem incomum.

Mas porque tudo isso tão subitamente? Com as ações do Facebook em queda e cada vez mais especulações acerca do futuro da companhia, seriam estas medidas desesperadas para capitalizar?

Mark Zuckerberg estaria vendendo sua alma a tão módicas quantias?

Vamos aguardar as cenas dos próximos capítulos….

E você caro internauta Facebook Heavy User, o que acha de tudo isso? Queremos saber seu ponto de vista.

.

.

.

Por Felipe Bing

Me acompanhe no Facebook e no Google+!

Facebook e Twitter perdem espaço para Google+ em Motores de Busca

Percebemos, já algum tempo, que o Google está incluindo a sua rede social Google+ nos resultados das pesquisas e isto está fazendo o Facebook e Twitter perderem espaço para o Google+ nos Motores de Busca.

O que não imaginávamos é que isto seria feito de forma tão rápida e tão brusca. Hoje, em determinadas pesquisas, o Google simplesmente não mostra os resultados de Twitter e Facebook na primeira página. Por exemplo: se você pesquisar no Google o nome de uma grande empresa, provavelmente o primeiro resultado será o site dela. Caso a empresa tenha perfis oficiais nas mídias sociais e tenha colocado links para elas em seu site, o robozinho do Google já estará avisado sobre os perfis oficiais e incluirá estes perfis nos resultados das buscas. Anteriormente, a primeira página era tomada por perfis oficiais da empresa pesquisada. Twitter, Facebook, Flicker, Youtube etc… tudo aparecia na primeira página, pois eram tidos como canais oficiais da empresa em pesquisa.

Pois agora tivemos uma grande mudança. O Google dá destaque – e cada vez maior – para os perfis oficiais das empresas na sua rede social Google+. Além deste destaque, a gigante parou de mostrar nos resultados os perfis oficiais, principalmente, do Facebook.

O maior prejudicado nas pesquisas está sendo o Facebook. Assista ao vídeo, logo após o texto, onde demonstramos um exemplo prático do que o Google está fazendo.

Facebook twitter perdem espaço nos motores de busca

Quanto a isso, tudo bem: a Google é dona do site de buscas e dona da rede social Google+, e ela faz o que bem entender com elas. Porém, o lema da empresa é “Proporcionar e melhorar, sempre, a experiência do usuário, mostrando resultados relevantes e atendendo-os de forma satisfatória”.

Pra mim, isto é contraditório, pois os perfis e comportamento (pelo menos na data de hoje) das empresas presentes nessas três mídias sociais são bastante distintos.  O canal de menor interatividade na maioria dos casos é o do Google+. E o Twitter, meio de comunicação imediato e em tempo real, poderia ser considerado ‘não relevante’ pelo mecanismo de busca? Claro que não.

O jeito é se adaptar. Se você é responsável pela parte digital ou possui alguma empresa, prepare sua página o quanto antes e comece a interagir no Google+ também. Em pouco tempo as pessoas irão pesquisar o serviço/produto que estão precisando e aquelas empresas que estiverem no Google+ com bastante interatividade no grupo de amigos do usuário serão beneficiadas nos resultados!

Não tem outra saída. Pelo menos não enquanto o Google dominar mais de 97% das buscas no Brasil.

Assista abaixo e deixe sua opinião nos comentários! 🙂


.
.

.

.
Por Felipe Pereira
.
Administrador de Empresas e fundador da Intermidia Brasil.
>
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

WhatsApp chat