Arquivos Mobile - Página 6 de 21 -

Descubra o que é um ransomware e entenda o grande ataque realizado por hackers no último final de semana

Descubra o que é um ransomware e entenda o grande ataque realizado por hackers no último final de semana

Desde a última sexta-feira, foram registrados mais de 200 mil ataques hackers espalhados ao redor do mundo. Esse tipo de crime  é muito comum hoje em dia, mas nessas proporções, em um tão curto espaço de tempo, ainda não tinha sido registrado.

Mas afinal, o que são os “ransomwares”?

São programas criados por pessoas má intencionadas (hackers), que conseguem criptografar o conteúdo dos arquivos de um computador, tablet ou smartphone. O hacker utiliza alguma estratégia para infectar o sistema da vítima com um arquivo, e a partir deste momento o computador passa a ficar totalmente vulnerável a criptografia dos criminosos. O programa também consegue infectar modems e roteadores.

A grande sacada usada nesse novo golpe é que os criminosos procuram infectar e criptografar o conteúdo de computadores de grandes organizações, empresários e até mesmo pessoas físicas comuns, e depois pedem um valor de resgate para o usuário obter de volta o seu conteúdo descriptografado.

Outra grande vantagem que os criminosos possuem é que esse tipo de programa não é um vírus e não pode ser localizado pelos programas antivírus, e normalmente os computadores são infectados ao clicar em links com algum atrativo, e em questão de segundos infectam o sistema do usuário, permitindo o desenvolvimento do golpe.

Batizado de WannaCry, o ramsonware do momento afetou milhares de sistemas pelo mundo, e utiliza uma falha no sistema do Windows para invadir os computadores. A mais afetada até o momento foi a empresa de telefonia espanhola Telefônica.

Após criptografar o sistema, o programa abre uma tela no computador infectado explicando o que foi feito e obrigando a realização de um pagamento através de moeda virtual (bitcoins). Caso o pagamento não seja efetuado no prazo determinado, todos os dados serão eliminados em definitivo.

O continente mais afetado foi a Europa. Além da Telefônica, outras empresas como Vodafone, Iberdrola e Gás Natural também foram afetadas. O Reino Unido teve o seu serviço de saúde pública invadido, tendo sérios problemas de TI com todo seu sistema de atendimento derrubado.

Os especialistas recomendam que se mantenha sempre atualizado o sistema operacional. O Windows já possui uma defesa contra o WannaCry desde 14 de março.

Após os ataques em massa a Microsoft liberou a atualização para sistemas antigos como os Windows XP e Windows 8, que já perderam suporte há algum tempo.

Greve geral no Brasil gera muitas discussões nas redes sociais

Greve geral no Brasil gera muitas discussões nas redes sociais

Grande parte do país parou de funcionar na última sexta-feira (28). A ausência do transporte público impossibilitou muitas pessoas de se locomoverem a seus trabalhos e instituições de ensino.

Com o momento político turbulento que o Brasil vive atualmente, e as diferentes opiniões da população quanto a reforma da previdência, gerou-se muitas discussões nas redes sociais.

As hashtags “#BrasilemGreve”e “#eu vou trabalhar” foram as mais utilizadas do dia no Twitter Brasileiro.

Elas também foram muito utilizadas no Facebook, e a hashtag “#BrasilemGreve apareceu no top 10 mundial entre os trending topics do Twitter.

Os usuários do Facebook compartilharam centenas de vídeos das manifestações em diversas cidades do país, e em muitos deles foram registradas cenas de vandalismo e violência.

O lado positivo das redes sociais nesses casos de conflitos e manifestos é conseguirmos ver a realidade que muitas vezes as emissoras de televisão se recusam a mostrar, pois qualquer portador de um smartphone que filmar determinado acontecimento poderá viraliza-lo na internet rapidamente.

.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil. Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Instagram libera utilização no modo offline para usuários Android

Instagram libera utilização no modo offline para usuários Android

Foi liberado pelo Instagram na última terça-feira, um recurso com objetivo de otimizar a experiência dos usuários de países que possuem serviços de internet móvel de baixa qualidade.

A partir de agora, os usuários de Android que utilizam o Instagram podem realizar diversas funções como realizar uma postagem, curtir as postagens do feed, fazer comentários e realizar o download de fotos e vídeos.

Segundo o Facebook, 80% dos usuários do aplicativo residem nos EUA, onde os serviços de internet são de alta qualidade, diferente dos países em desenvolvimento.

Quando os usuários de Android estiverem com baixo sinal de internet ou totalmente offline, o feed de notícia estará carregado com o conteúdo do último momento em que o smartphone esteve conectado, e a partir daí, todas as ações citadas anteriormente poderão ser realizadas, ficando registradas no sistema do aplicativo, e assim que o aparelho voltar a ter uma conexão com qualidade todas as ações realizadas pelo usuário serão aplicadas de fato.

Foi informado também que a versão para o iOS já está em desenvolvimento,  e será lançada em breve, e a versão para Android ainda receberá novidades nas próximas semanas.

.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil. Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Instagram passa a permitir o download dos vídeos nas transmissões ao vivo

Instagram passa a permitir o download dos vídeos nas transmissões ao vivo

Na última segunda-feira, foi liberado pelo Instagram a possibilidade de baixar os vídeos das transmissões ao vivo.

A partir de agora, assim que for encerrada a transmissão, surgirá um botão de salvar no canto superior direito da tela, dando a opção de armazenar o vídeo na galeria do celular. Contudo, likes e comentários serão perdidos, pois somente o conteúdo do vídeo será salvo.

As transmissões ao vivo vão continuar desaparecendo após o seu término, mas o usuário poderá compartilhá-lo novamente quando quiser e, obviamente, reproduzi-lo no sistema do seu smartphone sempre que desejar.

Para usufruir da novidade basta o usuário estar com a última versão do Instagram instalada no seu smartphone. O novo recurso já está disponível para iOS e Android.

.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil. Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Mais um recurso do Snapchat é copiado para o Instagram

Mais um recurso do Snapchat é copiado para o Instagram

Definitivamente, Mark Zuckerberg não está nem um pouco preocupado com o que as pessoas vão pensar com relação às escancaradas cópias que ele realiza de recursos do seu concorrente, o Snapchat.

Como já sabemos, Zuckerberg copiou o recurso de histórias do Snapchat, aplicando a mesma funcionalidade, apenas com outros nomes, no Facebook, Messenger, Instagram, e há poucas semanas, no status do WhatsApp.

Mais uma cópia do Snapchat foi realizada esta semana, desta vez sendo aplicada ao Instagram. Trata-se de um recurso que foi liberado no Instagram Stories. São adesivos de geolocalização (geosticker), que funcionam como um tag de localização e um acessório visual para identificar a localização do usuário.

Segundo o próprio Instagram, essa é uma versão inicial da ferramenta, que será mais completa e elaborada em breve.

Inicialmente, o novo recurso está liberado somente nas cidades de Nova Iorque e Jakarta.

.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil. Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

WhatsApp chat