Arquivos Notícias - Página 43 de 52 -

Telegram começa a preocupar o concorrente WhatsApp

Telegram começa a preocupar o concorrente WhatsApp

O Telegram é o concorrente direto do tradicional WhatsApp. Apesar da gigantesca distância do número de usuários entre os dois aplicativos, o Telegram passou a causar certo incômodo a Zuckerberg, pois o app atingiu a impressionante marca de 100 milhões de usuários ativos; pouco, perto dos 900 milhões do WhatsApp, mas suficiente para ligar o sinal de alerta do concorrente.

A seguir iremos realizar uma avaliação comparativa dos aplicativos e ajudaremos você a decidir qual o melhor app para determinado perfil de usuário.

Armazenamento

Esta é a principal vantagem do Telegram perante o rival. Enquanto o WhatsApp armazena todo seu conteúdo na memória do aparelho, o Telegram armazena seus dados totalmente em nuvem, desafogando a memória do smartphone e tornando seu funcionamento mais leve e rápido.

Muitas pessoas possuem aparelhos com baixa capacidade de armazenamento e, para elas, sem dúvida o Telegram é indiscutivelmente a escolha mais inteligente.

Outro fator relevante no Telegram com relação ao armazenamento em nuvem é a segurança dos seus dados em caso de perda, furto ou roubo do aparelho, enquanto no WhatsApp, o ladrão poderá ter acesso a todos seus dados pessoais, caso seu aplicativo não tenha uma senha configurada.

Detalhes diversos

Percebemos algumas vantagens interessantes no Telegram, como adicionar animações em GIF e a adição de stickers a conversa.

Muito relevante é o fato do Telegram permitir o envio e recebimento de arquivos em mais de um formato, que são em PDF, DOC (Word) e XLS (Excel). No WhatsApp foi liberado na última atualização somente o formato PDF.

O WhatsApp possui uma grande utilidade, que é a chamada por áudio. Todavia, ela nem sempre funciona perfeitamente devido a qualidade do sinal da internet no momento da ligação. Por fim, chegamos a conclusão que o Telegram se mostra um aplicativo mais rápido e mais leve, compartilha quase todos formatos de arquivos e é mais seguro por seu armazenamento em nuvem.

Infelizmente as pessoas criam um apego às marcas lideres e muitas vezes deixam de conhecer um serviço de melhor qualidade por puro comodismo. De qualquer forma é valido ter instalados os dois aplicativos, variando o tipo de público com quem você se relaciona nesse tipo de aplicativo.

Fique ligado no blog da agência Intermidia Brasil: novos textos todos os dias! =D
.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil.  Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Netflix prepara aplicativo que economizará internet em smartphones

Netflix prepara aplicativo que economizará internet em smartphones

Quem tem o hábito de usar o Netflix no seu smartphone na rua, sabe que o pacote de internet acaba muito rápido, mesmo tendo um bom plano.

Pensando nisso a Netflix está desenvolvendo uma nova versão do seu aplicativo, com objetivo de reduzir este consumo em excesso.

Obviamente, a qualidade de imagem deverá ser reduzida, neste caso em 480p, para tornar possível tamanha economia.

Nesta atualização, o app recebeu uma nova ferramenta como opção para quem não está conectado por WiFI, diminuindo o volume de banda quando o usuário estiver em 3g ou 4g.

A atualização também terá a possibilidade de cobrança via Google Play.

Infelizmente esta novidade ainda não está disponível, pois ainda encontra-se na versão Beta, em fase de testes, e a empresa informa na sua página que já tem um número determinado de clientes para realização das avaliações do novo app.

.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil.  Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Grupos do WhatsApp suportam até 256 pessoas

Grupos do WhatsApp suportam até 256 pessoas

A nova atualização do WhatsApp traz uma interessante novidade para seus usuários. A partir de agora os grupos do aplicativo passam a suportar até 256 pessoas.

Inicialmente a novidade será aplicada nos smartphones com Android e iOS, e logo em seguida, para Blackberrys e Windows Phones.

Tudo indica que a iniciativa foi tomada pensando nas empresas, que utilizando os grupos com maior capacidade, podem manter um contato mais próximo com seus clientes, podendo otimizar a avaliação de seus feedbacks e também informa-los de novidades.

.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil.  Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Ciência explica o vício das pessoas pelo Facebook

Ciência explica o vício das pessoas pelo Facebook

As mídias sociais surgiram nos últimos anos e definitivamente transformaram a nossa rotina. As pessoas não conseguem ficar muito tempo sem conferir o feed de notícias do Facebook ou os grupos de bate papo no WhatsApp.

Até mesmo a faixa etária de usuários da terceira idade aderiu aos computadores e smartphones para terem acesso ao Facebook e outras mídias sociais.

Segundo o professor Bruce Hood, que leciona na Faculdade de Bristol, a explicação do incrível sucesso do Facebook encontra-se na vida pré-histórica. Ele explica que o divisor de águas da evolução humana foi em torno de 20 mil anos atrás, quando o cérebro humano começou a diminuir, tornando as pessoas muito mais sociáveis e domesticadas, resultando em seres mais “fofoqueiros”.

Ele explica que nossos cérebros evoluíram para nos tornarmos animais mais sociáveis, e por isso o sucesso do Facebook não o surpreende.

Contudo, apesar das mídias sociais aproximarem as pessoas de forma ágil e prática, Hood conseguiu identificar um efeito colateral em toda essa praticidade de comunicação. O professor acredita que a utilização das mídias tem tomado um caminho inverso. A tendência seria que o usuário viesse a ser muito mais mente aberta com toda essa evolução no relacionamento interpessoal possibilitado pela internet, e o que vem acontecendo de fato é o contrário. As pessoas têm buscado grupos ou nichos com assuntos relacionados ao que realmente lhe interessam, deixando assim de socializar com pessoas de personalidades, costumes ou culturas diferentes.

Independente do comportamento que as pessoas apresentam no mundo virtual, as mídias sociais são inquestionavelmente sucesso absoluto. Cada um usufrui da forma que lhe for útil, e que as inovações tecnológicas continuem a nos surpreender.

.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil.  Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Google inova e testa ideia de realizar pagamentos sem retirar carteira ou celular do bolso

Google inova e testa ideia de realizar pagamentos sem retirar carteira ou celular do bolso

Parece mesmo que o lema da Google é inovar. Logo após de investir na fabricação de robôs ultra modernos e lançar óculos “populares” de realidade virtual, a gigante das buscas começou a testar uma ideia que, sem dúvidas, podemos chamar de futurística.

Trata-se de um aplicativo instalado ao smartphone que reconhecerá estabelecimentos credenciados a sua utilização. Ele terá versões para Android e iOS, e funciona através de Wi-Fi, Bluetooth e pelo serviço de localização do celular.

Como irá funcionar?

Após o reconhecimento do estabelecimento pelo aplicativo, no momento que o cliente se dirigir ao caixa para pagar sua conta, basta ele dizer: “I’ll pay with Google”, ou “eu vou pagar com o Google”, se for no Brasil, e o sistema do estabelecimento já receberá na tela do computador os dados do cliente com sua foto. Inicialmente, o funcionário do caixa que irá conferir se a foto bate com a fisionomia do cliente, mas a Google já vem preparando uma câmera que irá tirar uma foto do rosto do cliente e o próprio aplicativo vai fazer a confirmação de identidade. Após o pagamento a foto é apagada automaticamente.

O projeto encontra-se em fase de testes na Califórnia e ainda não existe uma previsão de tornar-se uma realidade, mas como já sabemos que a Google não costuma brincar em serviço, as chances são grandes de nos beneficiarmos com mais uma facilidade tecnológica.

.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil.  Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

WhatsApp chat