Arquivos Redes Sociais - Página 22 de 35 -

8 estatísticas sobre comportamento online que todo pequeno empresário deveria saber

O comportamento do consumidor online

Pesquisas online definem cada vez mais a opção de compra do consumidor

É inegável a importância que a reputação online tem para os pequenos negócios. Os microempreendedores tem de se preocupar com reviews e recomendações além, é claro, de dever estabelecer uma política de relacionamento através das mídias sociais.

consumidor-online

Demonstramos agora oito números sobre usuários de internet que devem ser assimilados por pequenas empresas e negócios, a fim de prever situações desconfortáveis e, ao mesmo tempo, aproveitar e incentivar novas oportunidades de negócio:

1 – 79% das pessoas leva em mesmo grau de consideração as recomendações online em consideração com as recomendações pessoais.

2 – 91% dos usuários já foram até uma loja física depois de passar por uma experiência online.

3 – 37% das pessoas utiliza a internet uma vez por mês para achar um novo negócio local.

4 – 62% das pessoas nascidas do ano 2000 em diante já sabem o que vão comprar depois de uma pesquisa online.

5 – Entre 1 e 3 reviews negativos já são suficientes para deter pessoas de adquirir o seu produto.

6 – 88% dos compradores têm sido influenciados por recomendações feitas no mundo virtual.

7 – 70% dos usuários de internet compararam preços e/ou leram reviews na rede antes de visitar uma loja.

8 – Compradores de vinte e poucos anos são 2 vezes mais suscetíveis à busca por informação na internet do que pessoas de gerações anteriores.

Os números acima expostos só ratificam a importância de uma presença forte online, além do frequente monitoramento da sua marca no ambiente virtual. Isso redundará em retorno financeiro para seu negócio, rendendo maior número de possibilidades de novos clientes, bem como sua fidelização, e novos contatos para sua carteira.

Algumas dicas sobre o comportamento do consumidor online

Informações: Social Media Today
.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil.  Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Facebook: o que postar na fanpage?

.

E então, o que postar na minha fanpage?

Dicas de tipos de conteúdo a serem explorados no Facebook da sua empresa

Pode ser uma dúvida comum no momento de criar uma fanpage no Facebook. Afinal, qual será o conteúdo a ser postado na página? Isso deve ser bem pensado e, para isso, existe um calendário editorial, que será a maneira de organizar os assuntos que serão tratados na sua página.

O ideal é que esse conteúdo a ser disponibilizado seja compatível com a imagem que a empresa quer passar para o seu público-alvo. Portanto, respeitando os valores e demais guias corporativos da marca a ser explorada na mídia social.

Agora, como se faz para equalizar um conteúdo adequado com um conteúdo atraente para o público? Essa sintonia fina deve ser feita aos poucos, para que a repercussão de suas postagens seja positiva e alcance o maior número de pessoas, dentro do seu nicho, possível.

O que postar no Facebook?

Lembrando que a média da taxa de visualização é de cerca de 10% do seu número de fãs, sendo essa base mínima de onde partirão suas postagens, podendo evoluir dependendo do grau de relevância do conteúdo postado.

Apostar em conteúdo criativo é uma necessária diretriz para o sucesso. Quanto mais originais forem suas postagens, maior será a possibilidade de retorno sobre as mesmas. Causando efeito positivo para sua marca.

O conteúdo não necessariamente precisa ser original, pode ser aproveitado material de referência desde que venha de fontes qualificadas que estimulem positivamente a impressão sobre sua empresa ou produto destino da fanpage.

Apostar em conteúdo cômico é uma via de mão dupla que pode tanto ser positiva, quanto negativa. O ideal é afastar-se de polêmicas e usar com sabedoria as oportunidades para introduzir o humor em seus posts, deixando para o momento exato, sem precipitações.

Sempre relevante é a utilização de dicas dentro do seu ramo de atuação, isso irá estabelecer um laço de memória positiva em relação a sua marca por parte do público consumidor, como sendo uma fonte de assuntos importantes e que ajudam no dia-a-dia.

Porém, atenção: não resuma seu conteúdo apenas a produtos.

Claro, algumas postagens devem ter cunho comercial. Mas a dica é: não sobrecarregue seu público com postagens comerciais. O recomendado é que esse tipo de postagem não ultrapasse um quarto do total de conteúdo postado em sua página, sob risco de tornar-se ostensivo e repulsivo a futuros clientes. Em outras palavras, para não tornar-se chato perante o público consumidor, não faça isso.

Em suma, estabeleça lá no início da criação da página, qual a agenda de assuntos que deverá ser seguida para a realização das postagens. Ela também pode ser modificada quando necessário. Porém, mantenha-se coerente com a linha anteriormente ditada. Os conteúdos postados refletem sua empresa, portanto tenha cuidado para não expor opiniões que não sejam adequadas com o pensamento e que não estejam de acordo com a estratégia de comunicação da empresa.
.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil. 
Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

.

Mídias sociais: números que você precisa saber

.
Quais as mídias sociais mais utilizadas?

Números para lhe ajudar a formar uma estratégia vencedora

O ritmo da vida moderna é mais rápido do que nunca e as mídias sociais parecem evoluir na velocidade da luz. Se você é como a maioria dos empresários e comerciantes, a sua vida está em ritmo acelerado e você está sempre ocupado. O seu tempo disponível é finito, então, é fundamental investir na sua presença nas mídias sociais de forma que traga o maior retorno. A mídia social pode mudar drasticamente em um período relativamente curto de tempo. Para se destacar em marketing de mídia social, você precisa das novidades, dos dados mais relevantes ao seu alcance para tomar decisões e criar conteúdo rico em informações cativantes. Jeff Bullas lançou estatísticas recentemente publicadas que fornecem retratos valiosos das atuais tendências de mídia social que vamos compartilhar e discutir agora.

Grandes estatísticas

O uso de mídia social é agora generalizado… mainstream, e mais influente do que nunca. Com sinais sociais cada vez mais influenciando rankings de busca. Ampliando e reforçando a sua presença na mídia social, você pode ampliar significativamente o seu alcance e taxa de geração de leads.

• 72% de todos os usuários da Internet estão agora ativos em mídias sociais
• 89% das pessoas entre 18 e 29 anos são usuárias de mídia social
• 72% dos indivíduos com idades entre 30 a 49 estão envolvidos em mídia social
• 60% das pessoas entre 50 a 60 anos estão ativas na mídia social
• 43% das pessoas de mais 65 anos estão engajadas em mídia social
• 71% dos usuários acessam as mídias sociais a partir de um dispositivo móvel
.

fabiola-nao-me-enxe-mais

..

Estatísticas do Facebook

Para muitos não é possível levar uma empresa a sério se não houver uma presença no Facebook. E não basta estar presente, é necessário compartilhar conteúdo cativante, relevante e rico, cheio de insights profundos da indústria da qual é parte. É a principal maneira de aumentar o tráfego para o seu site através do Facebook. Embora o Facebook ainda domine em termos de tamanho e taxa de compartilhamento social, Twitter e Google+ podem muito bem beliscar os calcanhares do Facebook em 2014, principalmente o primeiro.
• Facebook tem agora mais de 1.150 bilhões de usuários
• Um milhão de páginas da web podem ser acessadas com o “Login do Facebook”
• 23% dos usuários do Facebook acessam pelo menos 5 vezes por dia
• 47% dos americanos dizem que o Facebook é o principal influenciador de suas decisões de compra
• Em média, os americanos gastam 16% de cada hora on-line no Facebook
• 70% dos comerciantes adquirem novos clientes através do Facebook

Estatísticas do Twitter

Com o mais rápido crescimento da mídia social, o Twitter pode impactar seriamente o seu negócio. Agora, a ferramenta capta o poder das imagens e se torna ainda mais influente na captação de vídeo. O uso estratégico do Twitter pode melhorar significativamente o engajamento social, ampliar a exposição da marca, aumentar a geração de leads, ajudá-lo a ganhar status como um perfil líder de pensamento e conseguir mais novos negócios.
• Twitter agora tem mais de 550 milhões de usuários registrados e 215 milhões de usuários ativos mensais
• Entre 2012 e 2014, o Twitter alcançou uma taxa de crescimento de 44%
• 34% dos profissionais de marketing usam o Twitter para geração de leads

Estatísticas do Google+

Google+ é ainda mais poderoso do que seus rivais devido a sua influência crescente na pesquisa de rankings com os sinais sociais de um AuthorRank. Com apenas três anos na cena de mídia social, o Google+ tem feito um enorme impacto e mudado a natureza do marketing de conteúdo.
• Google+ agora tem mais de 1 bilhão de contas habilitadas e 359 milhões de usuários ativos mensais
• Tem uma taxa de crescimento de 33% ao ano
• Pessoas com idade entre 45 a 54 anos têm aumentado a sua utilização Google+ em 56% desde 2012
Estatísticas de Mídia Visual
A mídia visual está cada vez mais influente em todas as mídias sociais. E as mídias sociais dedicadas exclusivamente a imagens ou vídeo, como o Pinterest, YouTube e Instagram, estão preparadas para alcançar novos patamares em 2014.
• YouTube tem mais de um bilhão de usuários ativos mensais
• Pinterest tem 20 milhões de usuários ativos mensais
• Instagram tem 150 milhões de usuários ativos mensais

Use essas estatísticas para ajudá-lo a tomar decisões informadas sobre como investir o seu capital em social media em 2014. O verdadeiro sucesso de mídia social acontece quando sua presença trabalha em conjunto com a sua criação de conteúdo, e-mail marketing etc. Uma estratégia completa de marketing de entrada pode satisfazer todas as suas necessidades de marketing, ajudando você a perceber as mídias sociais de maneira real.

Fonte de informações: http://socialmediatoday.com/
.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil. 
Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

.

Instagram ou Snapchat? Veja as diferenças!

[Atualizado em 03 de agosto de 2016]

Instagram ou Snapchat?

Veja as diferenças nas mídias de compartilhamento

Os dois programas de compartilhamento de fotos e vídeos tem um número grande de similaridades. Também por isso, competem ferrenhamente pela preferência do público. Os usuários se dividem entre as duas ferramentas.

Dono do Instagram, o Facebook, espera que o seu aplicativo possa concorrer com o Snapchat, que recusou uma proposta de aquisição pela mídia social de Mark Zuckerberg, feita por três bilhões de dólares: dois milhões a mais do que custou para comprar o Instagram.

Instagram ou Snapchat - Veja as diferenças

Para sabermos o quão próximos são os dois aplicativos, vamos fazer uma comparação entre eles, item por item e descobrir suas semelhanças e diferenças:

Tirando fotos – Ambos permitem fotografar e tem uma configuração semelhante para fazer fotos. A diferença está na possibilidade do Instagram de publicar fotos que estejam na memória do seu celular. Tal recurso não é possível no Snapchat.

Fazendo vídeos – Prevalece a mesma lógica das fotos, com uma diferença a mais. Os vídeos do Snapchat tem duração de 10 segundos, já os do Instagram podem durar até 60 segundos.

FiltrosO Instagram e o Snapchat possuem a funcionalidade de aplicação de filtros na foto, modificando a cor e a luz da fotografia. No entanto, há diversos filtros diferentes no Snapchat, complementando a imagem a ser postada. Na última atualização, o Instagram inseriu funcionalidades que se assemelham em muito ao Snapchat, uma verdadeira cópia, mas não ainda com todos os emoticons disponíveis que há no Snapchat.

Desenhos – Os desenhos só podiam ser aplicados nas fotos por usuários do Snapchat, que tem uma variedade de cores para aplicar em seus desenhos. Também é possível adicionar textos às fotografias. Essa última opção também está, agora, inserida na função histórias, criada pelo Instagram.

TimerOs usuários do Snapchat podem escolher por quanto tempo o conteúdo disponibilizado ficará visível por quem acessá-lo. Esse tempo pode variar entre um e dez segundos nas fotos. Se for de interesse do usuário a foto pode ficar em seu feed. Com isso, estará visível para todos por um período de 24 horas. Também na atualização de agosto/2016, o Instagram inseriu a função ao seu aplicativo, onde as histórias compartilhadas permaneceram ‘vivas’ por 24 horas e o usuário pode escolher se a postagem fica no seu perfil ou se somente vai para a sua ‘história’ e la permanece por apenas 24 horas.

Enviando fotos/vídeos – Com as atualizações do Instagram, agora é possível enviar uma foto para um usuário em específico. Esse compartilhamento pode ser feito com até 15 pessoas, diferentemente do Snapchat, que não estipula um limite para essa interação. No Snapchat, as mensagens trocadas de forma privada se auto-destroem após serem lidas.

Comentários e likesSó no Instagram é possível gostar e comentar uma foto ou um vídeo. No Snapchat, se o usuário quiser interagir com a foto ou vídeo, abre-se um chat privado.

Feed – Ambos têm feed de conteúdo. No Snapchat, organiza-se por ordem cronológica. Já no Instagram, também em atualização feita no primeiro semestre de 2016, já há algoritmo atuando para determinar quais conteúdos o usuário verá primeiro.

Publicidade – Até o momento apenas o Instagram possui conteúdos patrocinados.

E você, acha que com as novas funções o Instagram vai tirar o Snapchat do seu caminho?
.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil. 
Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Páginas a serem acompanhadas no Facebook

Páginas a serem acompanhadas

Com o novo recurso, você poderá acompanhar páginas de seus concorrentes

Independentemente de qual é o mercado de atuação de sua empresa, ou de como é feita sua presença dentro do mercado, é fundamental conhecer seus concorrentes.

Esta máxima não é diferente no mercado digital e sua presença digital também deve ser marcada pela análise do que acontece com aqueles produtos e serviços que dividem espaço com você, disputando a preferência do público.

Páginas a serem acompanhadas - Agência Digital Intermidia Brasil

O difícil é saber como fazer esse acompanhamento dos rivais com sua presença no mundo digital de forma mais efetiva, de que maneira ocorre o fortalecimento da marca na internet envolvendo os trabalhos em mídias sociais e outros canais pertinentes.

A posição de uma empresa, através das pesquisas de palavras-chaves do Google, que sejam relevantes para o meio de atuação de determinado produto ou empresa, são parte importante dessa mensuração de capacidade dentro do ambiente digital.

Outra maneira de visualizar essa importância no mundo virtual está nas referências dadas para determinado produto, seja em depoimentos ou em citações daquele objeto por outros usuários da internet, tanto pessoas quanto perfis corporativos.

Preocupado com essa análise de mercado, o Facebook agregou nova funcionalidade para as páginas corporativas na mídia social: agora é possível monitorar o número de curtidas recebidas por até cinco páginas concorrentes, escolhidas pelo seu perfil corporativo para seguir.

Essa atualização, além de numérica, será demonstrada com análise crítica do crescimento da página, comparando com períodos anteriores. Com isso, será possível perceber qual a curva em que se encontra sua página rival.

Além disso, sua página é notificada quando recebe um novo seguidor de seu desempenho. Isto também demonstra qual a força de sua página e quanta atenção ela chama em seus concorrentes.
.

felipeFelipe A Pereira

Administrador de Empresas e fundador da Intermidia Brasil. 
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

WhatsApp chat