Google adere, em parte, aos protestos anti-SOPA -

Google adere, em parte, aos protestos anti-SOPA

Embora o Google não tenha aderido totalmente ao protesto anti-SOPA, de alguma forma decidiu mostrar o seu descontentamento na sua página inicial. Diversos sites, hoje, estão fora do ar nos EUA, em protesto ao SOPA.

A página inicial do gigante das buscas está com uma clara demonstração de adesão – mesmo que parcial – ao movimento anti-SOPA (veja figura).

.
David Drummond, do Google, explica a visão da empresa do SOPA, em post no blog oficial.

.
Segundo Drummond, a medida vai censurar a internet, reprimindo a inovação e prejudicando os negócios desenvolvidos na web e de longe ajudará a luta contra a pirataria.

.
Drummond diz ainda que “os sites piratas apenas alterariam seus endereços, a fim de continuar suas atividades criminosas”, mostrando que está disposto a juntar forças para lutar contra esse projeto de lei.
.

Leia mais sobre o caso SOPA clicando aqui.

.
Por Felipe Pereira
.
Administrador de Empresas, acadêmico de estratégias digitais de marketing e fundador da Intermidia Brasil.
>
Me siga no Twitter, no Facebook e no Google+!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × 4 =