Facebook e Twitter perdem espaço para Google+ em Motores de Busca

Facebook e Twitter perdem espaço para Google+ em Motores de Busca

Percebemos, já algum tempo, que o Google está incluindo a sua rede social Google+ nos resultados das pesquisas e isto está fazendo o Facebook e Twitter perderem espaço para o Google+ nos Motores de Busca.

O que não imaginávamos é que isto seria feito de forma tão rápida e tão brusca. Hoje, em determinadas pesquisas, o Google simplesmente não mostra os resultados de Twitter e Facebook na primeira página. Por exemplo: se você pesquisar no Google o nome de uma grande empresa, provavelmente o primeiro resultado será o site dela. Caso a empresa tenha perfis oficiais nas mídias sociais e tenha colocado links para elas em seu site, o robozinho do Google já estará avisado sobre os perfis oficiais e incluirá estes perfis nos resultados das buscas. Anteriormente, a primeira página era tomada por perfis oficiais da empresa pesquisada. Twitter, Facebook, Flicker, Youtube etc… tudo aparecia na primeira página, pois eram tidos como canais oficiais da empresa em pesquisa.

Pois agora tivemos uma grande mudança. O Google dá destaque – e cada vez maior – para os perfis oficiais das empresas na sua rede social Google+. Além deste destaque, a gigante parou de mostrar nos resultados os perfis oficiais, principalmente, do Facebook.

O maior prejudicado nas pesquisas está sendo o Facebook. Assista ao vídeo, logo após o texto, onde demonstramos um exemplo prático do que o Google está fazendo.

Facebook twitter perdem espaço nos motores de busca

Quanto a isso, tudo bem: a Google é dona do site de buscas e dona da rede social Google+, e ela faz o que bem entender com elas. Porém, o lema da empresa é “Proporcionar e melhorar, sempre, a experiência do usuário, mostrando resultados relevantes e atendendo-os de forma satisfatória”.

Pra mim, isto é contraditório, pois os perfis e comportamento (pelo menos na data de hoje) das empresas presentes nessas três mídias sociais são bastante distintos.  O canal de menor interatividade na maioria dos casos é o do Google+. E o Twitter, meio de comunicação imediato e em tempo real, poderia ser considerado ‘não relevante’ pelo mecanismo de busca? Claro que não.

O jeito é se adaptar. Se você é responsável pela parte digital ou possui alguma empresa, prepare sua página o quanto antes e comece a interagir no Google+ também. Em pouco tempo as pessoas irão pesquisar o serviço/produto que estão precisando e aquelas empresas que estiverem no Google+ com bastante interatividade no grupo de amigos do usuário serão beneficiadas nos resultados!

Não tem outra saída. Pelo menos não enquanto o Google dominar mais de 97% das buscas no Brasil.

Assista abaixo e deixe sua opinião nos comentários! 🙂


.
.

.

.
Por Felipe Pereira
.
Administrador de Empresas e fundador da Intermidia Brasil.
>
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze + dezoito =