O que muda no trabalho de SEO com a atualização do Google Panda 4.1 -

O que muda no trabalho de SEO com a atualização do Google Panda 4.1

Google Panda 4.1

Como não perder posicionamento?

O Google implementou o algoritmo Panda 4.1 na sua ferramenta de busca. O objetivo do novo pacote é identificar com maior facilidade conteúdo de baixa relevância para os usuários da internet.

Segundo a ferramenta de busca, esta atualização de algoritmo deve influenciar entre 3% a 5% das pesquisas realizadas. As mudanças devem beneficiar sites de pequenas e médias empresas que tenham conteúdo exclusivo e relevante.

As atualizações nos algoritmos das buscas do Google buscam sempre trazer maior qualidade aos resultados das pesquisas. Essa última atualização se deu depois que o buscador percebeu maneiras de notar conteúdo de baixa qualidade, refinando a busca por conteúdo exclusivo.

Agora o Google consegue avaliar de maneira distinta portais com grande audiência e alcance em relação a sites pequenos, que sofriam com a pouca presença de backlinks (quando se recebe link de outro site), prática que beneficia e muito os grandes sites.

O Panda 4.1 visa penalizar quem não oferece conteúdo único e de qualidade, dando maior alcance para aqueles sites que apresentarem conteúdo exclusivo, melhorando seu posicionamento nas buscas. Também sofrerão penalidades os sites que se utilizam de agregadores de conteúdo, pois estes não oferecem exclusividade.

Os algoritmos se baseiam em dois pilares: quantitativos e qualitativos. O primeiro engloba a estrutura da página e o tamanho da mesma. A segunda tem a ver com o comportamento do usuário, quanto tempo ele fica em cada página de um site, demonstrando a real relevância do material ali disposto. Isso influenciará no rankeamento do site.

A melhor maneira de proteger-se quanto às mudanças do Panda 4.1 é fazer uma organização melhor de seu conteúdo, juntando páginas semelhantes e excluindo o que esteja ultrapassado, além de aumentar a produção de conteúdo para tornar as informações de sua página mais relevante do que já estão.

A indexação do Google dá mais poder de crescimento para páginas que tenham conteúdo mais abrangente, cobrindo a maior parte de um mesmo tema, ao invés de várias páginas que detalhem um mesmo assunto. Vale lembrar que não adianta lotar de palavras-chave um texto para que ele se torne relevante: o texto tem de ter qualidade e ser de fácil leitura.

O Google Analytics te ajuda a perceber quais são as tendências de reprovação de seu site em relação ao Panda 4.1, mostrando quais páginas tem taxa de rejeição muito alta, beirando aos 95%, ou que as pessoas passam pouco tempo navegando, menos de 5 segundos. A partir daí você pode fazer mudanças na sua página agrupando páginas, ou colocando a tag de não indexação nelas, aumentando a pertinência de seu site.
.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil. Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Posts Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × 4 =