Justiça brasileira bloqueia o WhatsApp por 72 horas -

Justiça brasileira bloqueia o WhatsApp por 72 horas

Justiça brasileira bloqueia o WhatsApp por 72 horas

Um juiz sergipano, da cidade de Lagarto, determinou o bloqueio do aplicativo WhatsApp, hoje, 2 de maio, a partir das 14h, em todo o território nacional.

Trata-se do mesmo juiz que prendeu o vice-presidente do Facebook na america latina, em março deste ano.

O magistrado alega que o WhatsApp não colaborou nas investigações da policia federal com crimes relacionados ao tráfico de drogas em sua comarca, em que os traficantes mantinham conversas através do aplicativo.

As operadoras de telefonia móvel do país foram intimadas a cumprir a ordem de bloqueio, e o não cumprimento levará a aplicação de uma multa de 500 mil reais por dia.

Esta é uma questão que dividiu muitas opiniões. Tudo começou quando a Apple não colaborou com o desbloqueio de um Iphone de um terrorista que cometeu um atentado nos EUA.

A maior preocupação da Apple,e agora também do WhatsApp, é que futuramente qualquer caso na justiça, independente de sua relevância, ganhe o direito de quebra de sigilo por parte das empresas prestadoras de serviços, o que poderia causar uma grande confusão no futuro.

O WhatsApp passou a criptografar todas as mensagens de seus usuários; ou seja: nem mesmo a própria empresa criadora do aplicativo seria capaz de desvendar a mensagem após criptografada, fato que, em tese, solucionaria o problema do WhatsApp, em ter a obrigação de liberar conteúdo de determinada conversa.

Agora nos resta esperar e ver como será o desenrolar desta história.

Enquanto isso, os usuários migram para o Telegram e outros aplicativos de bate papo, para não perder a comunicação com seus contatos.

.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil. Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Posts Relacionados