Do Facebook para o Twitter -

Do Facebook para o Twitter

.

Usuários migrando do Facebook para o Twitter

Até que ponto chegará essa migração de usuários do Facebook para o Twitter?

A internet, por característica básica, é um meio de modificações rápidas e que está sujeita a inúmeras evoluções em um curto período de tempo. Além disso, não é um local estático e sim um movimento constante formado por internautas de todo o tipo, sejam eles criadores de conteúdo ou simples espectadores.

Dentro desse espectro de mudança temos, sempre presente, os atuais meios de maior interação dentro da rede mundial de computadores, que são as redes sociais.

O que se tem visto até o momento é uma hegemonia do Facebook como principal mídia social na internet onde, mesmo longe de ser única, é a que gera maior engajamento até então, com maior número de usuários e de postagens.

Porém, não podemos esquecer do fenômeno Orkut, que era a mídia social dominante até o avanço do Facebook. Mesmo que o Orkut tendo presença mais forte em especial no Brasil, na Índia e na Turquia – terra natal de seu criador – é inegável que se tratava da mídia social mais popular e com maior abrangência dentro da web esfera.

Usuários migrando do Facebook para o Twitter

A pergunta de muito tempo foi, e talvez ainda seja, sobre quem será o sucessor do Facebook, ou qual será a nova mídia que roubará os seguidores da criação de Mark Zuckerberg, deixando esta no passado ou, quem sabe, dividindo espaços, configurando assim uma nova perspectiva e dimensão dentro do contexto cibernético.

Mas, talvez não seja uma nova plataforma de interação social via internet que tome o reinado do Facebook. E, sim, uma já existente. Pelo menos é o que indicam estudos feitos nos Estados Unidos que apontam a fuga de adolescentes do Facebook para o Twitter, atualmente em quarto no ranking de usuários de mídias sociais, atrás também de Google+ e YouTube.

Curiosa é a explicação que determina essa migração de uma mídia social para outra. Os adolescentes dizem preferir o Twitter, pois podem fugir dos adultos com maior facilidade. Segundo esses jovens, o número de reclamações e lamúrias por parte dos mais velhos no Facebook os incomoda.

Não sabemos até que ponto chegará essa migração de usuários do Facebook para o Twitter e se os migrantes manterão seus perfis em ambas as redes ou ficarão só no microblog. No entanto, fica claro o desgaste do Facebook e a sua dificuldade em atrair uma fatia importante dos usuários da web, talvez pela falta de conhecimento dos usuários sobre as possibilidades de personalização ou, ainda, por questão de preferência de uso realmente.

É inegável que as constantes inovações e testes de novas mudanças do Facebook fazem com que ele permaneça ‘moderno’ e atualizado. Porém, acredito que apenas isto não basta para que continue no topo no Brasil e deverá, sim, em pouco tempo dividir ainda mais a sua fatia com Instagram, Twitter, Google+ e YouTube, principalmente.

Basta ficarmos atentos às tendências e acompanhar as novidades!
.

felipeFelipe A Pereira

Administrador de Empresas e fundador da Intermidia Brasil. 
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Posts Relacionados