Segundo pequisa, os smartphones causam hiperatividade -

Segundo pequisa, os smartphones causam hiperatividade

Segundo pequisa, os smartphones causam hiperatividade

Foi realizada uma pesquisa na Universidade de Virgínia, nos Estados Unidos, para identificar se as multifuncionalidades dos smartphones podem causar hiperatividade nos usuários.

Se pararmos para reparar o comportamento das pessoas a nossa volta no nosso dia a dia, e até mesmo em nós mesmos, vai ficar muito claro e óbvio que muita gente se tornou hiperativa por conta das mídias sociais.

Os cientistas selecionaram um grande número de pessoas e as separaram em dois grupos, durante um final de semana.

No primeiro grupo, deixaram os voluntários com seus smartphones com livre acesso, e no segundo, deixaram os aparelhos distante de seus donos, mas em funcionamento, e com o som das notificações ativado.

Como já era de se esperar, o primeiro grupo demonstrou alto índice de hiperatividade e déficit de atenção, com relação ao segundo grupo.

O mais interessante da pesquisa é a confirmação de que pessoas que não tinham diagnóstico de hiperatividade, após habituarem-se ao uso constante de um smartphone, vieram a ser diagnosticadas com hiperatividade ou déficit de atenção.

Os cientistas recomendam o uso dos aparelhos sem o som das notificações, de forma que aumente o intervalo de tempo entre os acessos às informações carregadas no smartphones.

Também aconselharam os usuários a não ficarem com o aparelho 24 horas por dia ao seu lado.

.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil. Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Posts Relacionados