SEO simplificado -

SEO simplificado

SEO significa Search Engine Optimization. Traduzindo, otimização dos motores de busca. Mas esse termo é um pouco errôneo. Errôneo porque não são os motores de busca que são otimizados. Na verdade, não se sabe exatamente como eles funcionam, pois são segredos muito bem guardados pelas empresas que fazem esses motores de busca.

O que você pode fazer é otimizar o seu site para que aumente a possibilidade do Google e de outros motores de busca colocarem seu site em boas colocações nas pesquisas. Para isso é preciso fazê-los saber sobre o que é o seu site e qual conteúdo está alocado nele.

Porém, isso não é tudo que você pode e deve fazer. Esse é o marco inicial. E, por mais que você precise entender para fazer bem esse papel, a otimização no site é a parte mais fácil desse processo que é longo. As outras coisas que você deve fazer representam a parte mais difícil desse trabalho e, ao mesmo tempo, a mais significativa. Isso tudo será feito fora do seu website.

Essencialmente, as pessoas vão a um site de busca porque elas têm uma pergunta. A função do buscador é oferecer um diretório de respostas para essa pesquisa. Para ajudar você a encontrar as respostas, esses sites tentam determinar a relevância de cada site. Quanto mais relevante, mais alta será sua colocação.

Para determinar a importância do site os buscadores usam algoritmos, soluções matemáticas altamente complicadas que, feitas por robôs, determinam a avaliação da relevância. Isto faz com que se crie uma listagem de respostas para sua pesquisa em nível de importância decrescente.

Mas, como isso é feito? Bem, aí reside um pouco de mistério. O que se faz é uma série de testes e métricas que tentam explicar como é feito esse rankeamento. Genericamente, podemos concordar que os motores de busca se baseiam na qualidade e na popularidade do conteúdo, a segunda que normalmente reflete a primeira.

Para você ter uma chance de um bom ranking nos motores de busca, precisa estabelecer algumas regras básicas. Essencialmente, você tem que preparar suas páginas para que elas contenham os elementos básicos que são capazes de serem descobertos pelos buscadores.

Os robôs buscam por expressões e palavras-chave que revelam o conteúdo de sua página. Seu desafio é colocar essas palavras nos lugares corretos para que seja possível que os motores entendam o conteúdo da página – você está começando a fazer o SEO do seu site.

Primeiramente, pense no seu título. Você deve dar um título para cada página de seu site para dizer do que é feita aquela página. Isso é feito com palavras-chave, e deve ser preparado de forma natural. Por isso, escolha-as com cuidado. Limite o título da página até 60 caracteres para que eles aparecem completos na hora da busca.

Não exagere no uso de palavras-chave, varie os termos. Use-as de maneira estratégica e comedida, no início das páginas. Faça uso, também, dos termos essenciais em subtítulos. Motores de busca não conseguem ler imagens – eles leem apenas algumas tags, tal como o texto ‘alt’. Portanto, as nomeie utilizando palavras-chave. Também as coloque na URL sempre que possível.

A Meta Descrição tem por objetivo detalhar o conteúdo da página. Nem sempre a Meta Descrição é bem entendida. Ela não faz parte da equação da otimização da página. Mesmo assim, elas devem ser consideradas importantes, pois vão influir se alguém irá ou não clicar no seu link.

A URL de sua página deve conter suas palavras-chave. Mas seja o mais conciso possível. As URL’s são geradas automaticamente, baseadas no título da página. Portanto, as edite para remover palavras desnecessárias. Palavras numa URL são separadas por hífens.

Os motores de busca tentam entender a organização de seu site. Para isso, é importante a utilização de links internos (para o próprio site), que vão facilitar a navegação e podem agregar mais conteúdo para o usuário que acessar seu site. O objetivo é mostrar que seu site tem conteúdo relacionado também à disposição, com o usuário podendo passar mais tempo dentro de seu site.

Escolher as palavras-chave para o seu site é o primeiro passo. Extremamente importante em sua estratégia de SEO. Uma escolha bem feita não apenas gera tráfego para o seu site, como gera tráfego qualificado, levando ao seu endereço pessoas que estão em busca de seu produto ou serviço.

SEO só funciona se você escolher palavras-chave com as quais você pode obter alto rankeamento. No entanto, não é tão simples escolher as palavras que descrevem seu negócio. É preciso considerar o volume de pesquisa para aquele termo e quais são os seus concorrentes na busca dessas palavras. É preciso verificar, também, se a forma com que seu cliente em potencial pesquisa pelo seu produto ou serviço é a mesma forma que você imagina que ele pesquisa. Só depois dessa verificação estipule as principais palavras-chave.

Pesquisando, você facilmente perceberá que termos com uma ou duas palavras são de competição muito alta. Portanto, de difícil rankeamento. Foque seus esforços em frases de três ou mais palavras para ter sucesso nas colocações em pesquisas. Essa estratégia vai te proporcionar leads mais qualificados para sua webpage – são as chamadas long tails.

Links em outros sites apontando para o seu lhe garantirão relevância nos buscadores. Uma tática é ter um blog corporativo, que vai gerar várias palavras-chave na sua página, além de aumentar a possibilidade de ser referenciado externamente por causa de um texto.

Esses ensinamentos básicos de SEO vão fazer com que você não fique tão perdido quanto a essa importante prática online. Compreender isso fará aumentar as chances de converter negócios no ambiente digital e melhorar a qualidade de seu site.
.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil. Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Posts Relacionados