Arquivos google - Página 2 de 8 -

Providencie o HTTPS em seu site. Para ontem!

Google anuncia prazo para julho de 2018 como data limite

Usuários receberão avisos explícitos sobre sites “não seguros”

Mais de 50% dos usuários de internet no mundo utilizam o Google Chrome, algo que nos diz que essa alteração certamente acarretará em impactos consideráveis para as empresas. Esse aviso pode afetar o comportamento do usuário dentro do seu site, gerando quedas no tempo de permanência, aumento de abandono do site, aumento de taxa de rejeição, cliques em anúncios e, consequentemente, na perda de vendas.

Como o Chrome avisa os usuários sobre páginas inseguras?

O aviso é exibido na barra de endereço do navegador, também conhecida como Omnibox, indicando que o site em que o usuário se encontra não é seguro. Esse aviso será exibido, a partir de julho, para TODOS os sites http.

O Google foi bem claro ao avisar que tornará visível o anúncio para todos os sites, afim de prevenir o usuário contra sites falhos e mal intencionados e, assim, atrair os ‘publishers’ e editores de site para o https.

Google Aviso HTTPS

Google divulga como avisará o usuário sobre o site não seguro na Omnibox

E as páginas com conteúdos misto? Não ficou claro se as páginas com conteúdos parte inseguro e parte seguro também receberão o aviso. No entanto, é bem provável que isso aconteça também.

O impacto do HTTPS do Chrome

Em função do comportamento do usuário ser diferente nas regiões do mundo, obviamente o impacto será diferente em determinados locais. Porém, mesmo nos países onde o uso do Chrome é “baixo”, ainda representa pelo menos 39% dos navegadores na internet. A necessidade do HTTPS será essencialmente importante na América do Sul, no México, em Israel e na Espanha. Na parte sul da América o uso do Chrome chega a 75% dos usuários. No México, 68%. Em Israel 66% e, no país espanhol, o uso do Chrome é feito por 63% dos usuários de internet.

Você deve atualizar para HTTPS?

Se você tem um site ou é responsável por manter um ou mais sites eu estimo que, provavelmente, analisando os dados do seu Google Analytics, você verá pelo menos 55% de visitantes que utilizam o navegador da Google. Se esse for o seu caso, sim, atualize para o HTTPS imediatamente. Imagine mais da metade dos seus usuários visualizarem avisos de “NÃO SEGURO” quando acessarem seu site. Certamente você sentirá o reflexo nos seus leads e clientes captados.

O vídeo explicativo do HTTPS está em inglês, mas você pode ativar as legendas.

Mudar para o HTTPS é mais barato do que você imagina.

Talvez o motivo mais válido para não migrar sejam objeções e questões técnicas, que, com um simples contato com o suporte da sua hospedagem de site, você consegue resolver. A maioria das empresas de hospedagem de sites já oferecem certificados HTTPS gratuitos.

É importante lembrar que essa não é mais uma consideração apenas para sites de comércio eletrônico – as lojas virtuais -, mas sim para TODOS os sites.

E você, já visualizou o aviso “NÃO SEGURO” em algum site? Já providenciou a sua migração para o HTTPS? Deixe sua resposta! =D

Abraço e até a próxima!

@FelipeAPereira

Felipe A Pereira - CEO Agência Digital Ibr

Administrador de Empresas, Consultor de Marketing e CEO da Agência Ibr.
Autor do livro “Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios”
Interaja comigo nas mídias sociais! =D
Facebook | Twitter | LinkedIn | Instagram | felipe@agenciaibr.com.br

Google entra com recurso contra multa bilionária de 2,4 bilhões de euros

Google entra com recurso contra multa bilionária de 2,4 bilhões de euros

Ainda ontem, aqui no nosso blog, falamos de uma multa aplicada ao Facebook, que foi acusado pelo uso indevido da privacidade de seus usuários, mas Mark Zuckerberg optou por recorrer da decisão.

Caso semelhante está acontecendo com o Google. Em Junho deste ano, a empresa recebeu uma multa gigantesca de 2,4 bilhões de euros aplicada pela comissão europeia, que acusou o Google de burlar os resultados das buscas de compras de produtos, favorecendo o Google Shopping, que é o seu serviço comparador de preços.

De acordo com a sentença, ao burlar o seu próprio sistema de buscas com o objetivo claro de favorecimento próprio, o tráfego nos links concorrentes caiu em 90%.

O Google decidiu recorrer da sentença aplicada pelo Tribunal de Justiça da União Europeia, em Luxemburgo, e se recusou a dar dar maiores informações referentes ao seu buscador.

.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil. Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Google vai disponibilizar um teste de depressão para seus usuários

Google vai disponibilizar um teste de depressão para seus usuários

 

 

O Google vai disponibilizar na sua versão mobile um teste em forma de questionário para os usuários que acreditam sofrerem de depressão.

Já não é novidade empresas do mercado virtual realizarem ações nobres com intúito de ajudar a população. No Instagram é possível marcar conteúdos considerados perigosos com o objetivo de comunicar a rede social. No Facebook já são realizados testes com uma nova ferramenta capaz de identificar mensagens de usuários que contenham conteúdo com tendências suicídas.

A depressão é um transtorno mental que deve ser levado a sério, e em muitos casos as pessoas têm depressão há muito tempo e não sabem, ou sabem e não procuram ajuda. Em diversas ocasiões o depressivo tem vergonha de reconhecer seu problema devido ao preconceito que parte da sociedade ainda tem com esse assunto.

Cada vez mais as pessoas pesquisam sobre sintomas de doenças e medicamentos no Google. Sabendo disso, a gigante das buscas decidiu ajudar essas pessoas que sofrem com a depressão. O questionário, chamado de PHQ-9, é utilizado profissionalmente por psicólogos e psiquiatras. Ele possui 9 perguntas, e através delas se obtém um resultado que vai de 0 a 27. Quanto maior a nota, maior o grau de depressão.

Apesar do questionário ser profissional, somente um psicólogo ou psiquiatra são capazes de diagnosticar a depressão com precisão e certeza. O teste será utilizado para o usuário identificar os sinais depressivos e procurar a ajuda profissional.

Inicialmente o teste está sendo liberado somente nos Estados Unidos e em breve será utilizado nos demais países.

.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil. Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Google passará a punir aplicativos da PlayStore que travam e que consomem muita energia

Google passará a punir aplicativos da PlayStore que travam e que consomem muita energia

O Google decidiu que irá punir os aplicativos disponíveis na Play Store que apresentam problemas de travamento ou que consomem muita bateria dos smartphones. Tal medida será tomada com o objetivo de garantir um acervo de maior qualidade para os usuários do sistema Android.

Isso não quer dizer que os aplicativos que forem identificados com essas deficiências serão banidos da loja do Google. Contudo, eles perderão colocações no ranking, dando lugar a aplicativos que não apresentem os mesmos problemas.

Para consolidar essa nova medida, a empresa realizará uma alteração no algoritmo da Play Store, que utilizará as classificações dadas pelos próprios usuários para identificar os aplicativos com problemas.

Para os desenvolvedores, a dica é utilizar sempre o Google Play Console, para encontrar qualquer tipo de problema de qualidade e corrigi-lo.

 

.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil. Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Atualização no Gboard permite que o usuário desenhe o emoji que deseja para localizá-lo

Atualização no Gboard permite que o usuário desenhe o emoji que deseja para localizá-lo

A nova atualização do Gboard, o teclado virtual do Google, foi pensada para os usuários que usam bastante os emojis.

A partir de agora, o usuário poderá localizar um emoji através de um desenho. Basta desenhar na tela o mais próximo possível do emoji que ele procura que surgirá uma lista com todos os emojis disponíveis semelhantes ao reproduzido no desenho.

Outra novidade que acompanha essa atualização é o corretor automático, que agora além de adivinhar palavras, sugere a formulação de frases, mas o recurso ainda não encontra-se disponível para o português.

Inicialmente, as novidades estão liberadas somente para o sistema Android.

 

.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil. Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

WhatsApp chat