Brasileiro cria aplicativo para negociação de imóveis semelhante ao Tinder -

Brasileiro cria aplicativo para negociação de imóveis semelhante ao Tinder

Brasileiro cria aplicativo para negociação de imóveis semelhante ao Tinder

Tendo consciência da crise instaurada no mercado imobiliário, e percebendo que não existia nenhum aplicativo de negociação de imóveis para uso exclusivo de vendedores e compradores, sem a existência de imobiliárias ou corretores, o brasileiro Felipe Jacinto tomou iniciativa e criou o App do Imóvel.

O aplicativo que tem como principal objetivo diminuir os custos com taxas de negociação, possui um sistema muito parecido com o Tinder, pois o vendedor e o possível comprador do imóvel só conseguem conversar se anteriormente tiver ocorrido o interesse mútuo no negócio.

Basta os interessados em vender algum imóvel anunciá-lo, e os interessados devem curtir o anúncio, para acontecer a “Match”, e iniciar a negociação.

Da mesma forma que não existe corretores e imobiliárias na negociação, a empresa responsável pelo App do Imóvel também não se envolve na negociação. É como se fosse uma espécie de classificados, e todos os custos da negociação são definidos pelas partes envolvidas.

A única ação do aplicativo, antes de aprovar o anúncio, é ligar para os proprietários e conferir se o imóvel não está sendo anunciado por uma imobiliária, para garantir que o princípio do aplicativo se cumpra na íntegra.

Segundo Jacinto, uma grande fatia das negociações no setor imobiliário são realizadas no boca a boca, e anda não existia um aplicativo para ajudar no encontro dos interessados.

Ele também comentou, que o conselho regional de corretores de um estado, repudiou a criação do aplicativo, alegando que somente com um profissional apto se pode realizar a negociação e todo o trâmite legal de forma segura.

Contudo, Felipe não concorda com tal posicionamento, e inclusive recomenda que os usuários avancem suas negociações com a ajuda de um advogado, afinal de contas, o aplicativo somente “apresenta” as duas pontas do negócio, e a responsabilidade após o início da negociação fica somente com os envolvidos.

A plataforma já possui 4800 mil imóveis cadastrados e 8 mil usuários. Inicialmente, o aplicativo realizava o cadastro médio de 3 imóveis por dia, e atualmente, já são realizados de 70 a 100 novos cadastros por dia.

O aplicativo é gratuito, e encontra-se disponível para Android e iOS, e já é estudada a possibilidade da utilização de anúncios no aplicativo.

.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil. Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Posts Relacionados