Mesmo com a crise no país, brasileiros gastam mais na hora de escolher seu smartphone -

Mesmo com a crise no país, brasileiros gastam mais na hora de escolher seu smartphone

Mesmo com a crise no país, brasileiros gastam mais na hora de escolher seu smartphone

Ainda ontem, postamos uma matéria no nosso blog referente a uma pesquisa feita com usuários de smartphones, comprovando o vício das pessoas na utilização da internet e da telefonia móvel.

De acordo com pesquisas realizadas pela IDC Brasil,  a média de gasto do brasileiro na hora de trocar de aparelho aumentou 27% nos últimos dois anos, na média de 740 reais para 870 reais.

Em 2016, esse numero aumentou ainda mais, passando para 30%.

Outra interessante revelação da pesquisa foi o fato de que, neste período de dois anos pra cá, a compra de smartphones populares, com preço de até 700 reais, caiu 44%.

Se pararmos pra pensar, estes dados nos levam a que tipo de conclusão?

Como pode um país que encontra-se com uma das maiores crises da sua história, com uma população assustada com o preço dos alimentos e produtos em geral, estar disposta a gastar ainda mais na hora de comprar seu smartphone?

Segundo Diego Silva, analista da IDC Brasil, entre 2014 e 2015, 65% dos usuários brasileiros já possuíam seu primeiro smartphone, e dificilmente quando a pessoa vai trocar de aparelho, compra um inferior ou da mesma qualidade, acabando por investir num aparelho com melhores configurações.

Os fabricantes identificaram este momento, e passaram a investir na fabricação de aparelhos com configuração e preço intermediário, com o objetivo de atingir esse nicho de consumidor.

Ou seja, o brasileiro corta outros gastos para poder investir um pouco mais em um aparelho um pouco melhor, fato que comprova que o Brasil é um grande apreciador e consumidor de tecnologia.

.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil. Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Posts Relacionados