Novo layout do Google Adwords: quais as vantagens e desvantagens? -

Novo layout do Google Adwords: quais as vantagens e desvantagens?

Novo layout do Google Adwords: quais as vantagens e desvantagens?

Os anúncios da coluna da direita foram extintos e as primeiras posições mostram, agora, 4 anúncios em vez dos 3 de até então

Uma recente atualização no layout das páginas de resultados do Google trouxe insegurança para muitos anunciantes. Como saber, de fato, a melhor estratégia de adaptação às mudanças ocorridas?

Entendendo as mudanças

Os anúncios pagos que eram expostos no lado direito da tela, ao lado dos anúncios da busca orgânica, deixaram de existir. Contudo, foi criada uma quarta e última colocação nos anúncios pagos que encontram-se na parte superior da tela. Os 3 últimos anunciantes da parte inferior da tela permaneceram da mesma forma.

Sendo assim, os anúncios que foram extintos do lado direito da tela, passam a disputar colocações com os anunciantes da parte superior e inferior. Exemplificando, se o anúncio encontrava-se na primeira colocação na parte direita da página, teoricamente ele passa a “disputar” a primeira colocação da parte inferior da primeira página e, em muitos casos, será movido para a segunda página (dependendo do seu índice de qualidade e lance máximo).

Ou seja, estas novidades geram uma nova disputa pelas melhores colocações, e quem não estiver disposto a investir um pouco mais, sem dúvida, ficará pra trás.

O Google aplicou esta nova estratégia visando o lucro, pois obviamente, os anunciantes que estavam satisfeitos em estar, por exemplo, na terceira colocação da parte direita dos anúncios pagos, serão obrigados a reavaliar seus investimentos, a fim de tentar manter-se na primeira página, que passou a ser ainda mais concorrida.

Contudo, a mudança gerou além de desconfiança, alguns benefícios para os anunciantes. Pra quem anunciava e possuía como posição média as posições do lado direito da tela, obtinha um anúncio menos “detalhado”. A partir de agora todos os anúncios podem usar extensões de chamada, extensões de sitelink, extensões de localização e assim por diante.

Conclusões

O fato é que a mudança aplica-se a todos, por isso não existe a necessidade de entrar em pânico. Torna-se essencial ao anunciante ficar mais atento aos resultados a partir de agora, mantendo a monitoração de suas campanhas e ajustando suas contas, conforme necessário.

Só o tempo nos permitirá ter uma noção e avaliação mais ampla da dimensão de todas estas mudanças e o que de fato influenciará nos valores investidos e nos resultados obtidos nas campanhas de links patrocinados do Google Adwords.
.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil.  Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Posts Relacionados