Arquivos facebook - Página 9 de 12 -

Facebook perto de perder sua hegemonia nas redes sociais

Facebook perto de perder sua hegemonia nas redes sociais

O facebook, apesar de ser uma empresa com poucos anos de vida, se tornou a rede social mais rica do mundo.

O jovem e talentoso Mark Zuckerberg, apesar da pouca idade, já é uma das pessoas mais ricas do planeta.

Desde a sua fundação, o Facebook nunca parou de crescer. O faturamento do inicio de 2016 triplicou em relação aos resultados do mesmo período em 2015, ou seja, é uma empresa que nunca ouvir falar em crise.

Mas pela primeira vez, outra mídia social está próxima de atingir o número de usuários do Facebook. O WhatsApp, que já conta com o número impressionante de um bilhão de usuários.

Se não bastasse toda a fortuna já adquirida por Zuckerberg com o Facebook, o jovem talento além de ser muito inteligente, mostrou-se um grande empreendedor, quando comprou os direitos do WhatsApp na época que o aplicativo começou a fazer sucesso.

Por este motivo que o empresário não está nem um pouco preocupado com o avanço de mais uma frente de seus negócios.

O WhatsApp, apesar do número semelhante de usuários, não chega nem perto no que diz respeito a receita, com relação ao Facebook, mas para Mark o WhatsApp garante um gigantesco banco de clientes espalhados por todo o mundo.

Além do Facebook, Zuckerberg possui o Messenger e o Instagram.

Nada mal não acham?

.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil. Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Facebook Revela por Acidente o “Facebook Amarelo”

Facebook revela por acidente o “Facebook amarelo”

Zuckerberg havia preparado uma apresentação para falar sobre as novidades da nova ferramenta de vídeos ao vivo, o “Facebook Live, porém, de forma não intencional, acabou sendo revelado um Facebook com seu ícone amarelo.

Trata-se de uma versão beta e secreta do Facebook, para testar novos recursos e atualizações. É liberada para pouquíssimos usuários, com objetivo de testar a aceitação das novidades.

A principal mudança revelada é o formato da caixa “ No que você está pensando? “, que sendo confirmada sua atualização, passará a estar sempre na parte superior da timeline e do feed de notícias, independente da região que você estiver navegando. Ela estará imóvel na parte superior, e logo abaixo o rolo da página seguirá como sempre.

Quando você clicar na caixa que pergunta o que você está pensando, surgirá uma lista de opções, que são as publicações de fotos, textos ou vídeos.

Também será liberado a publicação de arquivos mp3 e slides.

Todas estas atualizações têm um simples objetivo. Como já havíamos citado anteriormente em outra matéria aqui no blog da Intermidia Brasil, o Facebook identificou uma grande queda nas postagens de cunho pessoal, por isto todo este esforço para fazer com que o índice destas postagens volte a crescer.

Zuckerberg deixou claro que nem todas as inovações apresentadas serão aplicadas de fato, pois algumas ainda dependem da aceitação nos testes, e outras serão aplicadas com o decorrer do tempo.

.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil.  Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Facebook se preocupa com a queda do número de postagens pessoais dos usuários

Facebook se preocupa com a queda do número de postagens pessoais dos usuários

Hoje em dia, todo negócio possui a necessidade de ser acompanhado de perto, de forma minuciosa, com o objetivo de não deixar os erros eventuais passarem despercebidos, a tempo de solucioná-los.

No Facebook não seria diferente. Há algum tempo, Zuckerberg identificou que os usuários da rede passaram a fazer menos postagens de cunho pessoal.

Podemos dizer que este fato é um efeito colateral do gigantesco sucesso e consolidação do Facebook. Segundo Mark, muitos dos usuários já possuem conta há anos, e com o passar do tempo adicionaram muitas pessoas, e estas não são do seu ciclo de amigos íntimos, fazendo o proprietário da conta pensar duas vezes antes de fazer um post que exponha sua vida pessoal.

Com o objetivo de reverter esta queda de posts, Mark criou algumas inovações. Uma delas é o recurso que recorda o que foi vivido há determinado tempo, chamado de “neste dia”, onde o Facebook seleciona uma foto que foi postada há exatamente um ano, ou mais anos, por exemplo. Ele também estimula postagens em datas especiais, como o dia das mães, páscoa, natal, entre outras.

Pesquisas realizadas pelo The Information – site americano especializado em tecnologia – revelaram que os posts pessoais caíram em torno de 21% nos últimos dois anos.

Foi lançado, nesta última semana, um novo recurso de vídeo em tempo real. Funciona da mesma forma que uma postagem de foto, porém, o usuário aciona a gravação do vídeo e já pode realizar sua postagem imediatamente. Obviamente mais uma estratégia do Facebook de tentar fazer voltar a crescer o número de posts, uma vez que as postagens representam lucro para a empresa.

Postagens para Listas

E você, reflete esse comportamento? Uma das principais alternativas é você criar listas específicas para distribuir seu conteúdo.

criar-listas-facebook.fw

Utilize o Seletor de Público para segmentar

Como funciona: quando você for postar algo extremamente pessoal – sua família, por exemplo – a opção é criar uma lista específica e colocar nela somente aquelas pessoas realmente mais próximas.

Todo conteúdo postado para essa lista, mesmo que compartilhado por alguns integrantes dela, sempre ficarão filtrados pela sua configuração de público inicial.
.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil.  Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Como o Facebook determina o conteúdo do seu feed de notícias

Saiba como o Facebook determina o conteúdo do seu feed de notícias

Alguma vez você já parou pra pensar como é determinado o conteúdo do seu feed de notícias no Facebook?

Pois então. Na verdade é impossível descrever todos os detalhes que levam à definição de tudo que você vê no seu feed, porque tudo não passa de matemática.

É o chamado “algoritmo”, que nada mais é do que uma combinação matemática, e esta combinação é guardada a sete chaves pelo Facebook.

Afinal de contas, nenhuma empresa com um produto absurdamente consolidado no mercado iria passar a “receita do bolo” para os seus concorrentes. Vamos usar como exemplo a fórmula da Coca Cola.

Por mais secreto que seja o algoritmo do Facebook, nós já sabemos alguns dos muitos critérios que ele usa na hora de definir o conteúdo.

Quando você navega pelo Face, ele avalia absolutamente tudo no seu comportamento como, por exemplo, quanto tempo você fica com a página parada olhando determinado post ou anúncio. Obviamente, as páginas que você curtir irão passar a alimentar seu feed também. O conteúdo dos seus melhores amigos também irão influenciar em todo este processo. Enfim, é uma infinidade de fatores, que como já citamos anteriormente, não temos como defini-los de forma completa e detalhada.

Você sabia que, de todo o conteúdo que o algoritmo tem disponível para alimentar seu feed, apenas 1% é utilizado? Isto pode nos explicar muitas coisas! Às vezes realizamos uma postagem e muitos amigos curtem ou reagem a ela, certo? Em outras situações postamos algum conteúdo e quase ninguém curte. Isto não quer dizer, necessariamente, que sua popularidade está caindo entre seus amigos. Isto nos mostra que tudo depende da combinação que o algoritmo irá realizar no dia da sua postagem.

Todo esse mistério com relação ao algoritmo do Facebook tem uma simples explicação: dinheiro! É através dessa combinação que o Facebook consegue expor da melhor forma os anúncios de seus clientes, uma das principais formas de gerar capital da rede social.

Se eu fosse Mark Zuckerberg faria o mesmo em manter o sigilo do algoritmo, assim como fazem Coca-Cola e Google, por exemplo. E você? Abriria o código? 🙂

Acompanhe nosso blog, se inscreva para receber as atualizações e confira nosso conteúdo todos os dias!

.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil.  Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Ciência explica o vício das pessoas pelo Facebook

Ciência explica o vício das pessoas pelo Facebook

As mídias sociais surgiram nos últimos anos e definitivamente transformaram a nossa rotina. As pessoas não conseguem ficar muito tempo sem conferir o feed de notícias do Facebook ou os grupos de bate papo no WhatsApp.

Até mesmo a faixa etária de usuários da terceira idade aderiu aos computadores e smartphones para terem acesso ao Facebook e outras mídias sociais.

Segundo o professor Bruce Hood, que leciona na Faculdade de Bristol, a explicação do incrível sucesso do Facebook encontra-se na vida pré-histórica. Ele explica que o divisor de águas da evolução humana foi em torno de 20 mil anos atrás, quando o cérebro humano começou a diminuir, tornando as pessoas muito mais sociáveis e domesticadas, resultando em seres mais “fofoqueiros”.

Ele explica que nossos cérebros evoluíram para nos tornarmos animais mais sociáveis, e por isso o sucesso do Facebook não o surpreende.

Contudo, apesar das mídias sociais aproximarem as pessoas de forma ágil e prática, Hood conseguiu identificar um efeito colateral em toda essa praticidade de comunicação. O professor acredita que a utilização das mídias tem tomado um caminho inverso. A tendência seria que o usuário viesse a ser muito mais mente aberta com toda essa evolução no relacionamento interpessoal possibilitado pela internet, e o que vem acontecendo de fato é o contrário. As pessoas têm buscado grupos ou nichos com assuntos relacionados ao que realmente lhe interessam, deixando assim de socializar com pessoas de personalidades, costumes ou culturas diferentes.

Independente do comportamento que as pessoas apresentam no mundo virtual, as mídias sociais são inquestionavelmente sucesso absoluto. Cada um usufrui da forma que lhe for útil, e que as inovações tecnológicas continuem a nos surpreender.

.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil.  Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

WhatsApp chat