IBr Agência Digital | Blog

Linkedin lança projeto para beneficiar profissionais pouco capacitados na busca por um emprego na Índia.

Linkedin lança projeto para beneficiar profissionais pouco capacitados na busca por um emprego na Índia.

O Linkedin  acaba de lançar o Projeto Sangam. Trata-se de uma nuvem interligada à rede social que oferecerá cursos e treinamentos para profissionais indianos com baixa e média qualificação, para candidatá-los a vagas de emprego posteriormente.

A rede social, que foi comprada pela Microsoft no final de 2016, é vista como uma ferramenta de contatos profissionais voltada para empresários, empreendedores e profissionais urbanos em geral. Foi pensando nessas características que percebeu-se que poderia ser tomada alguma medida para que pessoas menos qualificadas também se beneficiassem das oportunidades concedidas pelo Linkedin.

O Sangam é o primeiro projeto realizado no Linkedin após ter sido comprado pela Microsoft.

Satya Nadella, CEO da Microsoft, informou também que a intenção de lançar um produto com ofertas de trabalho para universitários.

Também foi lançado essa semana o Linkedin Lite, uma nova versão do aplicativo para smartphones, também pensado para os países emergentes que possuem péssimos serviços de internet. O novo app é quatro vezes mais rápido que a versão tradicional.

.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil. Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Óculos Spectacles do Snapchat passa a ser vendido na internet

Óculos Spectacles do Snapchat passa a ser vendido na internet

O Spectacles, que foi lançado no final do ano passado, é um óculos criado pelo Snapchat com o objetivo de realizar filmagens que simulam a visão do usuário. O conteúdo dessas gravações em vídeo são enviados  para a seção “Memories” da rede social. O envio é realizado via Bluetooth ou por Wi-Fi.

A novidade é que, a partir de agora, o acessório produzido pela SnapChat pode ser comprado pela internet pelo site oficial www.spectacles.com pelo valor de US$ 130 dólares e disponível nas cores verde, preto e vermelho.  

Até então, o acessório só era vendido em máquinas semelhantes às de refrigerante, e somente nos EUA. Vale lembrar que o acessório pode ser usado como um óculos de sol tradicional..

.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil. Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Facebook realiza testes para utilização das reactions nos comentários

Facebook realiza testes para utilização das reactions nos comentários

Há menos de um ano atrás, o Facebook inovou ao criar as “reactions”, dando mais opções para os usuários de expressarem seus sentimentos com relação ao posts na rede social, que anteriormente só era possível utilizando o “curtir”.

Na semana passada, foi identificado entre os usuários da Irlanda que o facebook havia liberado a opção de utilizar as reactions também nos comentários das postagens, possibilitando uma maior interatividade.

O Facebook não se manifestou publicamente sobre a novidade, por isso não sabemos quando o novo recurso será liberado para o restante do mundo.

Na época em que foram testadas as reactions nas postagens, também foi escolhida a Irlanda para a avaliação, e somente após quatro meses elas foram liberadas para os demais países, o que nos leva a crer que o recurso seja liberado mundialmente na metade no ano.

.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil. Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Facebook ativa o som ligado nas reproduções automáticas de vídeos

Facebook ativa o som ligado nas reproduções automáticas de vídeos

Mark Zuckerberg já havia mencionado anteriormente que o Facebook, percebendo a importância dos vídeos para manter o crescimento de sua rede social, iria criar estratégias para aumentar o consumo desse tipo de conteúdo.

Após ter liberado a reprodução automática dos vídeos presentes no feed de notícias, foi liberado nesta terça-feira (14\02) o áudio nos vídeos, que até então era necessário o usuário clicar no vídeo para liberar o som.

Segundo o Facebook, foram realizados testes com alguns usuários com a novidade e o feedback foi positivo. A rede social afirmou que o fato de existir a necessidade de ativar manualmente o áudio nos vídeos levava grande parte dos conteúdos a serem ignorados.

Agora também é possível minimizar o vídeo, que ficará posicionado no canto da tela, permitindo que o usuário continue a navegar pelo feed simultaneamente.

Para os usuários Android será possível sair do aplicativo e ainda sim o conteúdo continuará a ser reproduzindo.

.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil. Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Facebook lança recurso que permite usuários ajudar vizinhos em situações de emergência

Facebook lança recurso que permite usuários ajudar vizinhos em situações de emergência

O Facebook possui um recurso de segurança chamado de “Safety Check”. Essa ferramenta permite que o usuário marque a si mesmo e seus amigos como seguros. Por exemplo: caso aconteça um terremoto no bairro onde a pessoa mora, ela marcaria-se como segura, podendo marcar outras pessoas que estejam junto naquele momento. Desta forma, os demais amigos do Facebook passariam a ter notícias dela.

Contudo, na última quarta-feira, 8 de fevereiro, o Facebook acaba de adicionar uma nova ferramenta ao Safety Check. Batizada de “Community Help”, a novidade permite ajudar ou buscar ajuda entre pessoas desconhecidas.

A partir de agora, quando determinada região estiver necessitada de ajuda, todos os usuários que tiverem endereço registrado naquela localidade receberão um link na sua tela, permitindo a solicitação de ajuda ou o oferecimento de ajuda.

As ajudas podem ser oferecidas de diversas maneiras como a doação de mantimentos, um local para passar a noite, remédios, serviços em geral, etc.

Essa novidade é um gol de placa de Mark Zuckerberg, mostrando que mesmo sendo um dos homens mais ricos do mundo, não esqueceu o lado humanitário, tão escasso nos dias de hoje em nossa sociedade.

O novo recurso encontra-se liberado nos EUA, Canadá, Arábia Saudita, Austrália e Nova Zelândia.

.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil. Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!