Arquivos Google - Página 2 de 13 -

Google: alterações no site levam meses para refletir na pesquisa

Google: alterações no site levam meses para refletir na pesquisa

John Mueller diz que pode levar meses para que muitas mudanças no site sejam processadas pelo algoritmo de classificação da pesquisa

Ou seja, se você fez muitas alterações no seu site é MUITO provável que levará bastante tempo para que elas causem retorno para você nos resultados das pesquisas. E o mais complicado é que você só poderá saber se essas ações foram corretas ou não, quando isso realmente acontecer – ganho ou perda de posicionamento.

Segundo o Google, se essas suas ações ocorrerem simultaneamente a uma grande atualização do algoritmo do Google, então você terá maiores dificuldades ainda para identificar o que gerou e o que não gerou resultado. Afinal, as alterações que ocorrerão após a tal atualização não serão necessariamente um resultados das alterações que você fez em seu site.

Então, qualquer ganho ou perda de tráfego orgânico precisa ser detalhadamente analisado, para que você não caia na tentação de fazer mais e mais alterações em seu site e não permitir que o Google entenda e classifique ele da melhor maneira possível.

E como chegamos a essa conclusão?

O assunto surgiu durante um hangout feito pela central do Google para webmasters, onde dois proprietários de sites apresentaram preocupações parecidas. Um deles observou ganhos e tráfego após atualização do algoritmo principal do Google, ocorrido em março recente… Depois, em abril, observou perdas. Já o outro disse que percebeu as mesmas alterações sendo que, no entanto, ele realizou vastas alterações em seu site em abril.

Desde as suas ações, o tráfego aumentou bastante, sendo que foi cortado pela metade com o passar do tempo e não retornou mais. As seguintes questões foram levantadas:

* A queda está relacionada à condição anterior do site?

* O site está sendo impactado pelas mudanças recentes do algoritmo?

Segundo Mueller, quaisquer alterações na forma como um site aparece na pesquisa não devem ser atribuídas a ajustes recentes no site, mesmo que coincidam com atualização de algoritmo. Ele diz, ainda, que é um processo demorado para rastrear, reindexar e reprocessar um site, podendo levar meses até que o Google entenda onde o site deve aparecer nos resultados.

Ele salienta que, principalmente se você tiver um site maior, com muitas páginas, e realizar algumas alterações, provavelmente isso não gerará mudanças rápidas. Por se tratar de um site maior, levará muito tempo de rastreamento e indexação para que se entenda o que, de fato, mudou e seja reprocessado o site, para um entendimento melhor sobre a forma como ele deve ser mostrado nos resultados.

O que eu entendo do que foi dito

Sobre atualizações no seu site gerarem resultados rápidos: o Google não quer dizer nem que sim, nem que não. Ele quer dizer que tudo vai depender. Vai depender do quão profundas foram suas alterações e, também, se houve alguma atualização no algoritmo. Ele disse que sites maiores dependem de mais tempo. Por razões óbvias, um site com mais de 10 mil páginas indexadas precisa alterar MUITA coisa para que o Google o veja de forma diferente. No entanto, sites menores – tenho certeza – conseguem identificar mudanças nos resultados em um espaço muito menor de tempo.

Só que o Google não pode afirmar isto. Então ele diz simplesmente que grandes acréscimos ou decréscimos no tráfego orgânico NÃO PODEM ser relacionados com alterações no seu site ou atualizações no algoritmo. Ou seja, o Google não diz nada a respeito.

O que eu indico

Trabalhe seu site com consistência. Defina suas principais palavras-chave (no máximo 5!!!) e trabalhe seu conteúdo constantemente em cima disto. Sim, o seu resultado será alcançado no longo prazo. Porém, a sua consistência fará com que dificilmente você perca os posicionamentos que conquistará.

O que fazer mais?

Por favor, não esqueça de:

* continuar lendo sobre as atualizações do algoritmo
* continuar, da mesma forma, produzindo novos conteúdos ORIGINAIS
* seguir otimizando suas páginas com frequência e de acordo com aquilo que o Google indicar

E você, percebeu grandes mudanças no seu posicionamento nos últimos meses?

Abraço e até a próxima!

@FelipeAPereira

Felipe A Pereira - CEO Agência Digital Ibr

Administrador de Empresas, Consultor de Marketing e CEO da Agência Ibr.
Autor do livro “Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios”
Interaja comigo nas mídias sociais! =D
Facebook | Twitter | LinkedIn | Instagram | felipe@agenciaibr.com.br

Google entra com recurso contra multa bilionária de 2,4 bilhões de euros

Google entra com recurso contra multa bilionária de 2,4 bilhões de euros

Ainda ontem, aqui no nosso blog, falamos de uma multa aplicada ao Facebook, que foi acusado pelo uso indevido da privacidade de seus usuários, mas Mark Zuckerberg optou por recorrer da decisão.

Caso semelhante está acontecendo com o Google. Em Junho deste ano, a empresa recebeu uma multa gigantesca de 2,4 bilhões de euros aplicada pela comissão europeia, que acusou o Google de burlar os resultados das buscas de compras de produtos, favorecendo o Google Shopping, que é o seu serviço comparador de preços.

De acordo com a sentença, ao burlar o seu próprio sistema de buscas com o objetivo claro de favorecimento próprio, o tráfego nos links concorrentes caiu em 90%.

O Google decidiu recorrer da sentença aplicada pelo Tribunal de Justiça da União Europeia, em Luxemburgo, e se recusou a dar dar maiores informações referentes ao seu buscador.

.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil. Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Atualização do Google Maps vai ajudar usuários a encontrarem vagas de estacionamento

Atualização do Google Maps vai ajudar usuários a encontrarem vagas de estacionamento

 

 

Foi liberada nesta terça (29), uma nova atualização do Google Maps que vai facilitar a vida dos usuários do aplicativo na hora de encontrar uma vaga para estacionar. A partir de agora, o recurso passará mostrar ícones que indicam as regiões no mapa que possuem vagas de estacionamento.

Inicialmente, somente Rio de Janeiro e São Paulo irão contar com a novidade, que em breve vai beneficiar mais cidades

A utilização é muito simples. Basta inserir no Google Maps seu destino e conferir através dos ícones qual é a situação para conseguir uma vaga naquele local. A dificuldade para localizar vagas será classificada em fácil, média e difícil.

“As classificações acontecem com base em dados históricos de estacionamento e um pouco da mágica do aprendizado de máquina”, disse Jeff Albertson, Gerente de Produto do Google Maps, através do blog da empresa.

.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil. Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Google vai disponibilizar um teste de depressão para seus usuários

Google vai disponibilizar um teste de depressão para seus usuários

 

 

O Google vai disponibilizar na sua versão mobile um teste em forma de questionário para os usuários que acreditam sofrerem de depressão.

Já não é novidade empresas do mercado virtual realizarem ações nobres com intúito de ajudar a população. No Instagram é possível marcar conteúdos considerados perigosos com o objetivo de comunicar a rede social. No Facebook já são realizados testes com uma nova ferramenta capaz de identificar mensagens de usuários que contenham conteúdo com tendências suicídas.

A depressão é um transtorno mental que deve ser levado a sério, e em muitos casos as pessoas têm depressão há muito tempo e não sabem, ou sabem e não procuram ajuda. Em diversas ocasiões o depressivo tem vergonha de reconhecer seu problema devido ao preconceito que parte da sociedade ainda tem com esse assunto.

Cada vez mais as pessoas pesquisam sobre sintomas de doenças e medicamentos no Google. Sabendo disso, a gigante das buscas decidiu ajudar essas pessoas que sofrem com a depressão. O questionário, chamado de PHQ-9, é utilizado profissionalmente por psicólogos e psiquiatras. Ele possui 9 perguntas, e através delas se obtém um resultado que vai de 0 a 27. Quanto maior a nota, maior o grau de depressão.

Apesar do questionário ser profissional, somente um psicólogo ou psiquiatra são capazes de diagnosticar a depressão com precisão e certeza. O teste será utilizado para o usuário identificar os sinais depressivos e procurar a ajuda profissional.

Inicialmente o teste está sendo liberado somente nos Estados Unidos e em breve será utilizado nos demais países.

.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil. Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

Google passará a punir aplicativos da PlayStore que travam e que consomem muita energia

Google passará a punir aplicativos da PlayStore que travam e que consomem muita energia

O Google decidiu que irá punir os aplicativos disponíveis na Play Store que apresentam problemas de travamento ou que consomem muita bateria dos smartphones. Tal medida será tomada com o objetivo de garantir um acervo de maior qualidade para os usuários do sistema Android.

Isso não quer dizer que os aplicativos que forem identificados com essas deficiências serão banidos da loja do Google. Contudo, eles perderão colocações no ranking, dando lugar a aplicativos que não apresentem os mesmos problemas.

Para consolidar essa nova medida, a empresa realizará uma alteração no algoritmo da Play Store, que utilizará as classificações dadas pelos próprios usuários para identificar os aplicativos com problemas.

Para os desenvolvedores, a dica é utilizar sempre o Google Play Console, para encontrar qualquer tipo de problema de qualidade e corrigi-lo.

 

.

Felipe de Andrade PereiraFelipe A Pereira

Administrador de Empresas, fundador e CEO da Intermidia Brasil. Autor do livro Marketing e Comunicação Digital: a internet otimizando negócios
Converse comigo no Twitter, no Facebook e no Google+!

WhatsApp chat